Amazonas Política

Municípios do AM aderem ao Programa de Qualificação da Gestão Ambiental

Secretário Stroski reunido com Cristina Barata/Foto: Divulgação
Secretário Stroski reunido com Cristina Barata/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) contabiliza a adesão de 40 municípios do interior do estado ao Programa de Qualificação da Gestão Ambiental, parceria firmada em um termo de cooperação institucional, assinado em junho deste ano, entre o Governo do Amazonas e o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam). O programa é executado pelo Ibam, com investimento do Fundo Amazônia.
Na manhã de hoje (16),  a diretora do Ibam, Cristina Barata, esteve na Sema para um diálogo com o secretário da pasta, Antônio Stroski, sobre a grade curricular abordada no programa, o qual oferecerá 16 cursos gratuitos para os gestores ambientais amazonenses. A cooperação tem validade até 2017. “A qualificação atende um antigo anseio dos próprios municípios que têm dificuldade técnica de implementar as políticas ambientais impostas na esfera estadual e federal”, comentou Stroski.

A capacitação é oferecida por meio de uma plataforma online. Conforme o cronograma de capacitação do Ibam, seis cursos já estão disponíveis para os 40 municípios que assinaram o termo de adesão. Dentre os temas em destaque está o de Planejamento Ambiental e Ordenamento territorial e o curso de Monitoramento e Controle Ambiental. A direção do Ibam informou que ainda há possibilidade de mais municípios aderirem ao programa gratuitamente.

“Essa é uma ferramenta gratuita é de grande valor ambiental para o município. Nosso foco é fortalecer a gestão municipal ambiental, impulsionar a organização e a estruturação das secretarias e dos sistemas municipais de meio ambiente e também incentivar através do apoio técnico e jurídico a descentralização, ou seja, despertar o protagonismo do município na gestão ambiental”, disse Cristina.

Cristina acrescentou que a qualificação ultrapassa a questão ambiental, servindo também para outras agendas, cuja parte técnica de organização é comum, como a questão do saneamento.

Municípios que aderiram: Alvarães, Apuí, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Borba, Caapiranga, Carauari, Coari, Codajás, Eirunepé, Guajará, Iranduba, Itamarati, Japurá, Jutaí, Lábrea, Manaquiri, Manicoré, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Nhamundá, Novo Airão, Parintins, Pauiní, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, Santa Isabel do Rio Negro, São Paulo de Olivença, Silves, Tapauá, Tefé e Uariní.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.