Amazonas Destaques Saúde

Municípios do AM recebem R$ 5,2 milhões em veículos e equipamentos de saúde

Municípios recebem equipamentos e veículos para a saúde/Foto: Herick Pereira
Municípios recebem equipamentos e veículos para a saúde/Foto: Herick Pereira
Redação
Escrito por Redação

Mais de R$ 5,2 milhões, em equipamentos permanentes para a saúde de 50 cidades do interior do AM, voltados à assistência e vigilância epidemiológica de três Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs), foram entregues hoje, quarta-feira (03), pelo governador José Melo.
Derivados de parceria entre o Ministério da Saúde e o Governo do Estado, os investimentos levam a algumas unidades de saúde do interior, novos procedimentos como o eletroencefalograma, a automatização de todos os exames de sangue e a implantação dos testes da orelhinha, olhinho e coraçãozinho.

Melo conversa com as comunidades interioranas/Foto: Herick Pereira

Melo conversa com as comunidades interioranas/Foto: Herick Pereira

A entrega dos equipamentos de saúde aconteceu no Centro de Convenções (Sambódromo) com a presença do vice-governador, Henrique Oliveira, do secretário especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Antônio Alves, e do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além de prefeitos de municípios beneficiados. Ao todo, foram repassados 1.538 itens para dar maior celeridade aos serviços de saúde no interior, que totalizaram recursos da ordem de R$ 5.236.053,21, entre verbas federais do Programa QualiSUS-Rede e estaduais.

“Os equipamentos vão permitir uma resolutividade maior e que a gente atenda os nossos irmãos ribeirinhos e do interior que precisam de saúde. Ontem (terça-feira) estivemos inaugurando um hospital em Novo Airão e hoje concretizamos essa ação importante para a estrutura de saúde dos municípios”, afirmou José Melo, destacando a prioridade que o Governo tem dado ao setor, mesmo diante os impactos da crise econômica brasileira nas finanças do Estado.

Com a ação, o Governo Estadual reforça os serviços de saúde voltados às populações ribeirinhas. Além de contemplar unidades hospitalares instaladas nas zonas urbanas das cidades, os investimentos contemplam transporte e o combate a doenças tropicais, como a malária, em comunidades mais distantes.

De acordo com o governador, além de ampliar a rede de serviços no interior, os equipamentos entregues, hoje, vão melhorar a qualidade e dar mais celeridade aos atendimentos. “São equipamentos que vão permitir salvar vidas e que vêm compor um pacote de investimentos na saúde pública que o Governo vem realizando, como entrega de ambulâncias, ambulanchas e outros equipamentos que vão permitir melhorar os serviços na ponta”, disse José Melo.

Reforço na estrutura – Os veículos (botes com motores de popa) e equipamentos adquiridos com recursos do QualiSUS são destinados exclusivamente aos nove municípios do Alto Solimões (Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Fonte Boa, Jutaí, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tonantins) e três DSEIs daquela região.

Alguns dos equipamentos – como kits de oxigenoterapia, detectores de batimento cardiofetal e estações remotas (antenas VSat) – serão repassados às Secretarias Municipais de Saúde do Alto Solimões, num total de 182 itens, que somam R$ 721.755,00. Já as unidades hospitalares, o Laboratório de Fronteira e a Unidade de Pronto Atendimento e Maternidade Celina Villacrez Ruiz, de Tabatinga, integrantes dessa região, estarão recebendo equipamentos destinados à automação laboratorial, aparelhos para realização do Teste do Olhinho e Teste da Orelhinha, digitalizadores de imagens, encefalógrafos, microscópios, entre outros, totalizando 88 itens que perfazem o valor de R$ 2.141.980,00. Antes disso, os testes só podiam ser feitos em maternidades em Manaus.

Hospitais de Tabatinga, Santo Antônio do Içá e Fonte Boa estão recebendo o eletroencefalograma. Na área de saúde cardíaca, nove municípios estão sendo beneficiados com equipamentos que automatizam os exames de sangue e permitem testes bioquímicos para detecção de doenças no fígado, rins e aferição da taxa de colesterol, o que antes só podia ser feito em Manaus.

Os DSEIs do Vale do Javari, do Alto Solimões e do Médio Solimões e Afluentes, estarão recebendo botes, motores de popa e kits de equipamentos para Unidades Básicas de Saúde. Somente neste pacote, os itens entregues somam o valor de R$ 1.615.044,79.

A lista de veículos e equipamentos adquiridos pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), inclui mais 116 itens totalizando investimentos de 718.247,00. “Neste pacote estão 20 botes, 42 motores de popa, 18 motocicletas, miscroscóopios, termonebulizadores e freezers”, informa o secretário estadual e Saúde, Wilson Alecrim.

Além dos nove municípios do Alto Solimões, o investimento feito através da FVS beneficiará, também, os seguintes municípios: Alvarães, Apuí, Autazes, Barcelos, Barreirinha, Beruri, Boca do Acre, Caapiranga, Canutama, Carauari, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Eirunepé, Envira, Guajará, Humaitá, Ipixuna, Iranduba, Itamarati, Japurá, Juruá, Lábrea, Manacapuru, Manaquiri, Manicoré, Maraã, Maués, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Pauini, Santa Isabel do Rio Negro,  São Gabriel da Cachoeira, São Sebastião do Uatumã, Tapauá, Tefé, Uarini e Urucurituba.

A Comissão Intergestores Regional do Alto Solimões também está sendo contemplada com a entrega de equipamentos de informática e audiovisual, no valor de 39.026,42.

O QualiSUS-Rede  foi criado pelo Ministério da Saúde para apoiar a organização de redes regionalizadas de atenção em Saúde, em todo o Brasil. Trata-se de um projeto de cooperação entre o Ministério e o Banco Mundial, que visa somar esforços para  a consolidação do SUS. No Amazonas, o programa contemplou a Região do Alto Solimões e três DSEIs. “Conforme o Termo de Cooperação firmado com o Ministério, a Susam ficou responsável pela elaboração e execução de um plano de capacitações, campanhas educativas e aquisição de equipamentos. O programa começou a ser executado em janeiro de 2012 e foi concluído no último mês de abril”, explicou o Alecrim.

As capacitações realizadas durante o projeto alcançaram aproximadamente 200 profissionais que atuam na Região do Alto Solimões. Os treinamentos abordaram temas como “Sistemas de Informação em Saúde do Ministério da Saúde”, voltado para técnicos das Secretarias de Saúde do nove municípios e três DSEIs que integram a região; “Regulação Ambulatorial, de Urgência e de Leitos”, com a participação de 100 profissionais de saúde, com vistas à implantação do SAMU 192 e do Complexo Regulador na região; e “Estratificação e Classificação de Risco de Gestantes”, voltada para médicos e enfermeiros das Unidades Básicas de Saúde dos municípios e dos polos-base dos DSEIs da região.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.