Amazonas Cultura Política

‘Música na Estrada/15’ encerra temporada, em Porto Velho(RO)

Amazonas Filarmônica, faz apresentação especial/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O “Música na Estrada” é um dos maiores projetos culturais da Região Norte. Depois de quatro edições dedicadas à música de concerto e oficinas instrumentais, nas principais capitais do norte e centro-oeste do país, o projeto amplia sua proposta artística abrindo espaço para a música instrumental e artes cênicas. Em paralelo às atividades artísticas, o projeto realiza ainda palestras sobre Gestão Cultural e as já tradicionais oficinas de aprimoramento musical.
Depois do sucesso em cinco estados do norte da temporada 2015, o projeto segue para Porto Velho (RO), com atividades que começou no dia 17 até 19 (amanhã), finalizando a 5ª. edição do festival com uma apresentação da Amazonas Filarmônica no Palácio das Artes de Rondônia.

O “Festival Música na Estrada” é uma conexão das artes que visa interligar seis estados da Amazônia Brasileira. O projeto nasceu em 2011, idealizado pela Kommitment Produções Artísticas.

“Através desse intercâmbio a região pode crescer culturalmente, e a longo prazo podemos criar um novo mercado que contemple conteúdos daqui da região e outros, de outras regiões do Brasil, e até de outros países. Objetivamos sensibilizar a iniciativa privada, os governos municipais e estaduais a investirem no projeto. A região tem um grande potencial”, declarou o diretor da Kommitment, Fernando Ramos.

A quinta edição do festival começou em outubro e já passou por Rio Branco (AC) com apresentações da Camerata Sinfônica do Pará, do Corpo de Dança do Amazonas, do artista acriano André Dantas, da MAPO Big Band, de Porto Velho.

Em Manaus (AM) foi realizado o “Amplitude Cultural”, um debate com o tema “Circulação Musical e Remuneração – perspectivas e soluções para os músicos no novo milênio”, além dos shows dos artistas Cris Dellano e Roberto Menescal e ainda a cantora Leila Pinheiro, acompanhada da Amazonas Jazz Band. O músico acriano André Dantas também se apresentou na capital amazonense. Já os roraimenses receberam oficinas musicais, apresentações de Leila Pinheiro com Amazonas Jazz Band e pela primeira vez viram de perto o espetáculo da Orquestra Amazonas Filarmônica. Macapá recebeu o projeto no período de 4 à 7 novembro, com oficinas musicais e de dança, com a apresentação da Cia. Moderno de Dança de Belém, além da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Pará (regência de Miguel Campos Neto) com a participação do gaitista norte-americano Robert Bonfiglio.

A temporada teve ainda duas participações especiais: a Orquestra Equinócio das Águas e o grupo circense Cangapé. A capital paraense foi contemplada com a quinta edição do projeto pela primeira vez, com apresentações da Orquestra Sinfônica da UFPA em conjunto com o gaitista norte-americano Robert Bonfiglio, vindo de Nova Iorque, além da Focus Cia. de Dança, Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz e o Quarteto Radamés Gnatalli, também do Rio de Janeiro.

O “Música na Estrada” é uma realização do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), da Caixa Seguradora, da instituição de ensino superior Estácio e Kommitment Produções. A mídia oficial é da Rede Amazônia, do G1 e do Diário da Amazônia.

Música na Estrada virtual

O site  http://musicanaestrada.art.br/  é o passo virtual para a contagem regressiva até o início da  5ª edição do Festival Música na Estrada. A página possui conteúdo dinâmico, expondo as informações de forma rápida e direta sobre o trabalho promovido pelo Festival e a preparação para este ano. Uma importante ferramenta de auxílio para os internautas e fãs, que poderão se atualizar, trocar ideias e esclarecer dúvidas sobre o evento.

Na página, o visitante também poderá se inscrever para as oficinas instrumentais. Este ano no Música na Estrada serão ministradas oficinas de violino, viola, violoncelo/contrabaixo, trompete, trombone, clarinete, flauta, regência e percussão. Antes de fazer a inscrição, é importante verificar com atenção as oficinas que ocorrerão em cada cidade.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.