Amazonas Política

Na Conferência Estadual de Saúde, AM vai pontuar suas necessidades, diz Henrique

Vice-governador Henrique Oliveira na abertura da 7a. CES/Foto: Roberto Carlos
Redação
Escrito por Redação

Durante a abertura da 7ª Conferência Estadual de Saúde, o vice-governador Henrique Oliveira disse que o Governo do Amazonas vai pontuar as principais necessidades da área da saúde no Estado, para que o Governo Federal possa realizar os investimentos que tragam mais qualidade no setor junto à população amazonense.
O evento será encerrado amanhã, quarta-feira (30), e conta com a participação de conselheiros de saúde de Manaus e dos 61 municípios do interior, para que sejam formuladas as propostas do Estado, que serão apresentadas na 14ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá em dezembro, em Brasília.

“Com a dimensão do nosso Estado é necessário que se discutam sobre os problemas que ainda dificultam o desenvolvimento dos trabalhos na área da saúde, principalmente com o repasse menor de verbas do Governo Federal. Os repasses que o Sistema Único de Saúde faz são menores do que de outras regiões. Então essas nuances serão tratadas para levarmos boas propostas que sensibilizem o Governo Federal para atender as demandas necessárias para que o nosso Governo possa continuar fazer uma saúde mais eficiente e eficaz”, disse o vice-governador.

A abertura foi realizada ontem, segunda-feira (28), no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, contando, ainda, com a presença do representante do Ministério da Saúde e secretário especial de saúde indígena, Antônio Alves.

O secretário estadual de Saúde do Amazonas, Pedro Elias, informou que as propostas estão baseadas sobre a questão do financiamento do SUS. “Vamos levar para a conferência nacional as dificuldades que estamos enfrentando. O nosso Estado é que mais investe em saúde pública com recurso próprio, obviamente que isso vai ter um limite, sobretudo nesse momento de crise, especialmente a questão do valor per capita repassado para o Estado”.

A etapa estadual da Conferência de Saúde ocorre após a realização dos fóruns municipais, que foram realizados entre os meses de abril e agosto deste ano. Mesmo enfrentando a cheia dos rios, todos os municípios do interior conseguiram realizar suas conferências municipais e elaborar as propostas que serão apresentadas na etapa estadual.

Eixos temáticos – Até o dia 30 de setembro ocorrerão palestras sobre “Direito à saúde, garantia de acesso, participação social e atenção de qualidade”; “Questão do Financiamento do SUS, relação público-privado”; “Gestão do SUS e modelos de atenção à saúde”;  “Reformas democráticas e populares do Estado”; e trabalhos em grupo para formulação das propostas que serão debatidas, avaliadas e aprovadas para serem apresentadas na 14ª Conferência Nacional de Saúde.

Delegados – O último dia da Conferência será destinado à discussão e aprovação das propostas e para a eleição dos delegados que irão representar o Amazonas na Conferência Nacional. A expectativa é enviar 76 delegados do Amazonas.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.