Entretenimento

‘Não posso ser perseguido só por acreditar em Deus’, dispara Datena

Datena-religiao
Redação
Escrito por Redação

O apresentador José Luiz Datena voltou a comentar sobre uma polêmica em que se envolveu em 2010, quando culpou os ateus por muitos dos crimes cometidos. Na época, a Band foi condenada por este motivo e teve que veicular vídeos de 40 segundos ao longo da programação destacando que o Brasil não tem religião oficial.

“Eu sou perseguido só por acreditar em Deus”, disse o jornalista durante o “Brasil Urgente” desta quarta-feira (18), argumentando que foi processado por esse motivo, mas que respeita os ateus.

Há seis anos, Datena fez a seguinte afirmação: “O sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites, é por isso que a gente vê esses crimes aí. (…) É por isso que o mundo está essa porcaria.
Guerra, peste, fome e tudo mais, entendeu? São os caras do mal. Se bem que tem ateu que não é do mal, mas, é… o sujeito que não respeita os limites de Deus, é porque não sei, não respeita limite nenhum.”
Nesta semana, o apresentador gravou uma entrevista para o “Luciana by Night”, da RedeTV!. A participação dele ocorreu após Luciana Gimenez filmar com ele o “Bate e Volta” (Band).

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.