Amazonas Formal & Informal

Nas contas de Arthur Neto ele está na frente com 48%, no 1º turno

O prefeito reúne vereadores para dizer que tem 48% das intenções de votos.
O prefeito reúne vereadores para dizer que tem 48% das intenções de votos.
Redação
Escrito por Redação

Para convencer seus pares de que não ficou abalado com o resultado da última pesquisa divulgada pela Rede Tiradentes/Amazonas Em Tempo, onde diz que o candidato do PR, Marcelo Ramos venceria no segundo turno por uma diferença mínima, o prefeito Arthur Neto (PSDB) resolveu fazer uma reunião com vereadores da base e apresentar uma contagem, no mínimo suspeita.

Falando a um pequeno grupo de vereadores, ele garantiu que possui uma pesquisa que lhe dá 48% das intenções de votos, já no primeiro turno. Ai um assessor perguntou como ele tinha chegado a essa conclusão.

“Simples”, teria respondido Arthur. “O Marcos Rotta (PMDB) é nosso Vice, antes de vir para a nossa coligação ele tinha mais de 18% pontos, mais os meus 27,3% e mais os votos capitaneados pelo senador Eduardo Braga (PMDB) …”, deduziu.

Arthur teria dado a entender ao grupo, que somou os pontos que ele tinha antes da fusão com o seu mais novo “amigo”, o senador Eduardo Braga (PMDB), com os pontos de Marcos Rotta, no mesmo período e mais alguns pontos conquistados com a “grande e generosa simpatia” do senador. “Se fosse assim, seria aclamação. Não ia precisar de eleição”, disse a fonte.

A pesquisa feita pela Rede Tiradentes/Amazonas Em Tempo, Publicada dia 12 de agosto, último, mostra que Arthur Neto tem 35,7% contra 21,8% de Marcelo Ramos no primeiro turno e perderia no segundo turno por 42,5% contra 42,8% de Marcelo Ramos.

O prefeito reúne vereadores para dizer que tem 48% das intenções de votos.

O prefeito reúne vereadores para dizer que tem 48% das intenções de votos.

Na avaliação do grupo, Arthur deveria ter, no mínimo, 45,0% da preferência popular agora no primeiro turno. Ou seja, Arthur teria que ter entre 41% a 45% pontos, com uma margem de 5% pontos de gordura para queimar. Caso contrário, não se reelege prefeito.

Na opinião do interlocutor, Arthur está com medo. Ele teme a revoada de vereadores da sua base e até alguns do próprio PSDB, que há muito tem dado mostra de descontentamento com o “chefe”. As pesquisas de opinião pública, mostram o crescimento do seu principal adversário e eles podem fazer campanha desvinculada. “O barco do tucano já dá mostra de vazamento de água”, concluiu.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.