Saúde

NOTA/SUSAM

Redação
Escrito por Redação

A Secretaria Estadual de Saúde (Susam) informa que os trabalhadores que realizaram manifestação na frente do Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na manhã desta quinta-feira (30), possuem vínculo empregatício com a empresa Silvio Corrêa Tapajós.A empresa, terceirizada, teve os repasses mensais do valor do contrato suspensos pela Susam, porque encontra-se em situação de irregularidade com relação à apresentação de certidões de negativas de débitos.

A empresa conseguiu na Justiça liminar a seu favor, para que o pagamento fosse feito sem a apresentação das certidões, mas a Sefaz ficou impedida de fazê-lo, porque a empresa alterou a sua razão social. A Susam orientou a empresa a resolver essa pendência junto à Sefaz, o que só foi feito na quarta-feira passada, dia 22 de julho.

Após a regularização, os pagamentos começaram a ser feitos. Desde sexta-feira os pagamentos já estão sendo liberados e a Susam espera que a empresa terceirizada resolva logo as pendências salariais com seus funcionários.

Além do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, a empresa tem contrato com as seguintes unidades: Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, Pronto-Socorro Platão Araújo, Fundação de Medicina Tropical, Fundação Cecon e Policlínica Gilberto Mestrinho.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.