Brasil Política

Nova CPMF pode ter alíquotas decrescentes, após um ano

Governo precisa do apoio do PT, diz Dilma/Foto: Divulgação
Governo precisa do apoio do PT, diz Dilma/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, estaria acenando para a possibilidade de a nova CPMF ter alíquotas decrescentes, ano após ano, segundo informação do blog de Lauro Jardim, do jornal O Globo. Em conversas com interlocutores, o chefe da pasta da Fazenda teria endossado essa teoria, que já é defendida pelos bancos.
A presidente Dilma Rousseff pediu que sua equipe iniciasse as negociações logo após o feriado de Carnaval para tentar convencer o PT e centrais sindicais a mudarem sua posição contrária à recriação da CPMF e à reforma da Previdência Social, de acordo com apuração do jornal Folha de S.Paulo .

A petista acredita que, sem o apoio da legenda, dificilmente conseguirá aprovar as medidas que classifica como essenciais para garantir a estabilidade econômica em curto e longo prazos.

Em conversas privadas, Dilma teria afirmado que, se o partido for contra as medidas, a base aliada será contaminada, o que estabeleceria o fracasso da pauta lançada pelo governo.(Terra/O Financista)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.