Brasil Política

Número de alunos inadimplentes no Brasil aumenta com cortes no FIES

Número de alunos inadimplentes cresce no País/Foto: USP Imprensa
Redação
Escrito por Redação
Número de alunos inadimplentes cresce no País/Foto: USP Imprensa

                       Número de alunos inadimplentes cresce no País/Foto: USP Imprensa

Com o agravamento da crise financeira e os respectivos cortes no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o número de estudantes inadimplentes em instituições de ensino superior privadas do País, aumentou e atingiu o pior resultado desde 2010, quando chegou a 8,8% em 2015. Os dados são parte da 10ª Pesquisa de Inadimplência do Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp).
Em nota, o sindicato enfatizou que a alta no número desses estudantes advém do agravamento da situação econômica do país no ano passado. “[o aumento] pode ser explicado em função da crise macroeconômica e política que o País enfrenta, e pelo corte do Financiamento Estudantil (Fies) a partir de 2015, com queda acentuada no número de contratos novos, reduzindo ingressantes e aumentando a evasão.”

Entram na categoria de inadimplentes os alunos com mensalidade atrasada há mais de 90 dias. A taxa de inadimplência desses alunos subiu de 10% em 2014 para 11,1% em 2015.  O levantamento ainda constatou que os atrasos de curto prazo, de até 30 dias, também aumentaram de 13,2% em 2014 para 14,8% em 2015.

A Semesp concluiu que os números têm maior impacto nas instituições menores que não conseguem oferecer auxílio aos estudantes inadimplentes para regularização da situação, como crédito educativo ou seguro educacional.(iG)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.