Amazonas Formal & Informal

O caos na segurança, ou motivação política orquestrada?

violencia2
Redação
Escrito por Redação

Tem algo de muito suspeito nas gravações disseminadoras da instabilidade na segurança pública do Estado. Gravações partidas de várias fontes, ainda não reveladas pela inteligência da Polícia Militar. Queiram ou não, parecem ter uma motivação política embutida e nos faz pensar que voltamos ao período eleitoral de 2014, quando a segurança do estado foi colocada sob suspeição por um determinado grupo político.Entre tantas gravações que “tocam o terror na cidade”, conforme falam os bandidos, destacamos uma, de uma “senhorinha” ligando para uma suposta colega de nome Roberta, que mais na frente recebe o nome de Socorro. Ela faz um alarde, dizendo que a colega dela foi seguida por uma carro preto até o seu condomínio, que as pessoas não estão seguras, que há 18 estupros ocorridos no seio da família dela e de colegas (nenhum registrado nas delegacias de polícia), que as câmaras do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOPS) não estão funcionando por falta de pagamento, que ela falou com pessoas importantes do governo do Estado, com o Comando Geral da Polícia, com a Casa Civil e que todos confirmavam o caos na segurança, inclusive, citando nomes de personalidades.

Pelo visto, uma pessoa que transita ou que transitou pelos corredores do poder e que agora, aproveita a ocasião para “difamar”, “enxovalhar” a segurança do Estado, talvez com um objetivo. Ou seja, tudo indica que tem mais o que se explicar nessas histórias de plantar terror nas redes sociais, que simples intenções de criar o caos, por capricho, ou por brincadeira de mal gosto, de pessoas desavisadas.

A princípio a Polícia trabalha com a hipótese de que sejam bandidos ligados a facções criminosas, os autores das gravações em áudio, vídeos disseminados nas redes sociais. De acordo com a Diretoria de Comunicação Social da Polícia Militar (DCS PMAM), os bandidos encontraram um grande aliado para apavorar o povo, ou seja, a própria população que tem acesso a internet, e alerta: “Quer ajudar bandidos, vagabundos, então compartilhe qualquer porcaria que eles te enviam”.

Desfazendo

Segundo informação do coordenador do CIOPS, existem 332 câmera funcionando normalmente pela capital e que, o que está circulando nas redes sociais, são boatos plantados, um trote, com fins e objetivos, que acreditamos, ir além da simples tentativa de desestabilizar o Comando da Segurança. Ai, perguntamos: não seria uma tentativa de desestabilizar o próprio governador do Estado?

NOTA DE ESCLARECIMENTO

No dia de hoje (22/07/2015) foi divulgado pelo sistema WhatsApp um áudio no qual uma mulher informava que a filha de sua amiga teve seu veículo seguido por outro veículo até seu condomínio.Afirmou ainda que sua amiga ligou para mim pedindo ajuda e que eu teria dito que as câmeras de vigilância do CIOPS estavam desligadas por falta de pagamento.

A mensagem de áudio logo “viralizou” e como dizem os bandidos “tocou terror na cidade”.

Quanto tomei conhecimento do áudio postado em vários grupos de WhatsApp, dos quais faço parte, entrei em contato com minha amiga que teve o carro da sua filha supostamente seguido (encontra-se em investigação), e ela informou que tinha recebido também o áudio e como não reconheceu a voz, estava na Delegacia de Polícia fazendo um Boletim de Ocorrência, para que os fatos fossem apurados.

A verdade é que, recebi uma mensagem pelo WhatsApp da amiga Socorro (citada no áudio), e mantive o seguinte diálogo:

Socorro: “Amigo nem acreditas Millena (minha filha) foi seguida até o nosso condomínio o carro suspeito parou esperando ela sair do carro. O porteiro foi até o carro dela então o veículo foi embora.”
Silvio: “Placa?”
Socorro: Pior que ninguém pegou a placa nem o porteiro pode (sic).
Socorro: As câmeras não estão funcionando soube agora.”
Silvio: “Caramba. Tem câmeras nas ruas do Ciops?”
Socorro: “Tava falando da câmera do meu condomínio não sei se tem do ciops acho que não.”.
Silvio: “Se tiver, me avise que tenho como buscar as imagens.”
Socorro: “Obrigada amigo”

Este foi o diálogo verdadeiro que tive com minha amiga e foi exatamente o que ela comentou com várias pessoas, mas não imaginava como a conversa foi totalmente deturpada, chegando ao ponto de causar terror na cidade.

Como claro acima, as câmeras que não estão funcionando são as do condomínio da minha amiga e não as do CIOPS.

Como membro do Governo do Estado, reafirmo o compromisso do Governador José Melo, em usar todos os meios para combater a criminalidade que assola nosso Estado, como no resto do País.

Nosso sistema de segurança tem sido dirigido pelo Secretário da SSP Dr. Sérgio Fontes, com toda austeridade necessária, diante da sua larga experiência na aérea, através das ações da Polícia Civil, comandada pelo Delegado Geral Dr. Orlando Amaral e pelo Comandante da Polícia Militar, Coronel Gilberto Gouvêa.

O Ciops encontra-se em pleno funcionamento e já está em andamento o projeto de integração das câmeras privadas ao sistema de segurança eletrônica do Estado, que aumentará sobremaneira a vigilância eletrônica na cidade de Manaus, isto sem qualquer custo para os cofres públicos.

A Polícia Civil já foi comunicada via Boletim de Ocorrência e iniciou procedimento de investigação, a fim de identificar a pessoa que produziu a informação falsa, para as devidas providências legais.

Por outro lado, que nos sirva de exemplo para evitarmos repassar informações que não sabemos da veracidade dos fatos.

Por fim, a sociedade não suporta mais esse clima de terrorismo que invadiu as redes sociais, motivo pelo qual, precisamos acabar com essa prática.

Manaus, 22 de julho de 2015

Silvio da Costa Bringel Batista”

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.