Amazonas Esportes

O fim de um reinando, Holly Holm vence Ronda no segundo round

Holly surpreende e leva Ronda ao nocaute/Foto: UFC
Redação
Escrito por Redação

Surpreendente. Assim se resume a luta principal do UFC Austrália. A desafiante Holly Holm dominou o confronto contra a então campeã Ronda Rousey. Após um bom e equilibrado primeiro round com leve superioridade para Holm, no segundo “The Preachers Daughter” veio muito mais fulminante. Com um chute certeiro no rosto, Ronda desaba e Holm vai pra cima, sendo interrompida pelo árbitro com menos de um minuto. Contundente vitória de Holly Holm, chocando a todos no Etihad Stadium e aos fãs de MMA ao redor do mundo.
– Eu não sei, estou tentando absorver isso, mas é muita loucura. Eu cheguei aqui e recebi tanto amor e carinho, que não poderia fazer nada além de retribuir – declarou Holly Holm a Joe Rogan logo após vencer, ainda sem assimilar o tamanho do seu feito.

Holly Holm pula do sétimo lugar do ranking da divisão peso-galo direto para o topo como a nova dona do cinturão. Já Ronda terá que repensar seu momento: a grande estrela e atleta mais bem paga do UFC atualmente não é mais nem sequer campeã de sua categoria. A primeira derrota no MMA profissional de ‘Rowdy’ vem justamente no momento em que sua carreira fora do octógono vem decolando, com uma exponencial aumento de visibilidade midiática nos últimos meses. Mas agora o trono é de Holly Holm, a melhor peso-galo do mundo no MMA.

Com o título da categoria em jogo, a co-luta principal da noite fez valer a espera do público. A desafiante Valerie Letourneau começou dominando e levou a luta pro chão, mas o Muay-Thai de Joanna Jedrzejczyk começou a falar mais alto com um chute frontal no rosto. O segundo e terceiro rounds mantiveram o equilíbrio. Já com ambas mostrando mostrando cansaço, a atual campeã se impôs mais e venceu por decisão unânime dos árbitros.

Único brasileiro lutando no UFC 193, Antônio Pezão pegou o “Super Samoano” Mark Hunt. Numa luta rápida para desempatar o confronto de 2013, o neozelandês acertou um direto de direita que derrubou Pezão ainda no primeiro round, que também foi prejudicado por tropeçar na grade do octógono. O brasileiro fica com apenas 1 vitória nos últimos 6 duelos pela franquia.

O “Homem-Ambulância” Uriah Hall enfrentou Robert Whittaker no primeiro confronto entre dois atletas ranqueados na noite. O décimo colocado Hall foi derrotado pelo 14º Whittaker, por decisão unânime dos árbitros. Assim, o australiano chegou a quarta vitória seguida no UFC.

Stefan Struve vinha de vitória sobre Rodrigo Minotauro e queria confirmar o bom momento no UFC. Mas esteve irreconhecível diante de Jared Rosholt. Agora, o holandês tem 3 derrotas em suas 4 últimas lutas. Já o americano emplaca a terceira vitória seguida na carreira, fazendo 6-1 em seu cartel do Ultimate.

RESULTADOS COMPLETOS:

UFC 193
Sábado, 14 de novembro de 2015
Etihad Stadim, em Melbourne – Austrália

Card Principal
Holly Holm derrotou Ronda Rousey por nocaute no 2R
Joanna Jedrzejczyk derrotou Valerie Letourneau por decisão unânime dos árbitros
Mark Hunt derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico no 1R
Robert Whittaker derrotou Uriah Hall por decisão unânime dos árbitros
Jared Rosholt derrotou Stefan Struve por decisão unânime dos árbitros

*Veterano e novato australianos brilham em casa no card preliminar do UFC 193

Card Preliminar
Jake Matthews derrotou Akbarh Arreola por nocaute técnico (interrupção médica) no 2R
Kyle Noke derrotou Peter Sobotta por nocaute no 1R
Gian Villante derrotou Anthony Perosh por nocaute no 1R
Danny Martinez derrotou Richie Vaculik por decisão unânime dos árbitros
Daniel Kelly derrotou Steve Montgomery por decisão unânime dos árbitros
Richard Walsh derrotou Steven Kennedy por decisão unânime dos árbitros
James Moontasri derrotou Anton Zafir por nocaute técnico no 1R
Ben Nguyen finalizou Ryan Benoit com um mata-leão no 1R

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.