Amazonas Destaques Formal & Informal

O PPS cassou seu presidente e conta com ajuda de advogados do prefeito

O PPS se reúne no final de semana para definir apoio ao prefeito Arthur Neto.
Redação
Escrito por Redação

O PPS voltou à carga nesse final de semana. A direção estadual realizou assembléia de emergência, fez intervenção na direção municipal da legenda, destituiu o presidente municipal Edinaldo Souza e colocou no seu lugar o candidato a vereador, David dos Feirantes e, preparou uma nova ata para ser entregue no TRE, solicitando que o tempo de TV (algo em torno de 1min), seja transferido para a coligação do prefeito Arthur Neto (PSDB), com a qual pretendem marchar daqui para a frente.

A decisão de mudança começou quando a direção do PPS se achou traído por quebra de um hipotético “acordo de gaveta”, que deveria manter o Vice candidato a prefeito Wilson Lima (PR), na chapa de Marcelo Ramos. Eles também não concordaram com as interferências do senador Omar Aziz (PSD) e com o seu indicado, o deputado Josué Neto (PSD).

Legalmente, o PPS não pode deixar a coligação do candidato Marcelo Ramos, conforme haviam informado no final se semana passada, logo após o anúncio de substituição do Vice Wilson Lima, por Josué Neto em entrevista coletiva à imprensa. Ou seja, o PPS continua na coligação de Marcelo Ramos. Eles já homologaram a Ata no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a mesma que foi decidida na Convenção partidária, e não estão pré-dispostos a mudarem de opinião.

De acordo com assessoria do candidato do PR, é certo que alguns descontentes se juntaram ao grupo do Arthur, mas o tempo de TV ficou, assim como, a maioria dos filiados do PPS.

O PPS se reúne no final de semana para definir apoio ao prefeito Arthur Neto.

O PPS se reúne no final de semana para definir apoio ao prefeito Arthur Neto.

Por sua vez, o novo presidente municipal do PPS, David dos Feirantes, confirma a intervenção do diretório estadual no diretório municipal da legenda. De acordo com ele, já foi anulada a ata de coligação do partido ao PR. O estatuto do PPS permite essa mudança. Eles também estão se baseando em uma resolução da direção nacional, que não permite coligações que não sejam com o PSDB e o PMDB.

David garante que estão sendo assessorados por advogados do prefeito Arthur Neto, que fez toda a orientação necessária para a mudança. “Estamos sendo bem amparados”, garante, acrescentando que o candidato Marcelo descumpriu o acordo de manter Wilson Lima na chapa como vice. “Acho que o Marcelo não vai querer entrar nessa briga, vai liberar o PPS e homologar outra Ata no TRE, sem o PPS ”, finalizou.

Nova Atá a ser homologada no TRE.

Nova Atá a ser homologada no TRE.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.