Amazonas Formal & Informal

O PPS se sente traído e ameaça deixar a coligação de Marcelo Ramos

David dos Feirantes anuncia saída da coligação de Marcelo Ramos.
Redação
Escrito por Redação

A direção estadual e municipal do PPS fala em traição e já prepara a saída da coligação de Marcelo Ramos (PR) a ser anunciada ainda essa semana. Eles não aceitaram a substituição do agora ex-vice Wilson Lima (PR), pelo indicado do senador Omar Aziz, Josué Neto, ambos do PSD. A decisão do PPS inclui também, o embarque definitivo no grupo político do prefeito Arthur Neto (PSDB).

O motivo da decisão, segundo o coordenador de campanha do PPS, David dos Feirantes, que também é candidato a vereador nessas eleições, foi por uma quebra de “acordo de gaveta” firmado com o grupo de Marcelo Ramos. Eles também não concordam com as interferências do senador Omar Aziz e nem do seu indicado, o deputado Josué Neto.

David disse que o PPS aceitou marchar ao lado de Marcelo Ramos, porque tinha a garantia de que Wilson Lima se filiaria ao PPS tão logo Marcelo vencesse as eleições. “Aí o PPS teria o vice, que poderia vir a ser deputado federal em 2018. Tudo isso foi desfeito ontem”, lamentou.

David dos Feirantes anuncia saída da coligação de Marcelo Ramos.

David dos Feirantes anuncia saída da coligação de Marcelo Ramos.

Na coletiva de imprensa nessa sexta feira (06), na sede do PSD, no Vieiralves, estavam os presidentes municipal e estadual do PPS, Edinaldo Souza e Guto Rodrigues, consecutivamente. Eles não se posicionaram, não tiveram espaço para isso, mas ao mesmo tempo, a maioria dos filiados dos partidos e candidatos estavam na convenção de Arthur Neto, na quadra da Vitória Régia.

David dos Feirantes disse que as conversas com Arthur Neto e Eduardo Braga estão adiantadas, mas não disse o que eles estão exigindo para mudar de lado. No momento, a única coisa que está decidido, é a saída do grupo de Marcelo Ramos.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.