Amazonas Cidades Destaques

Ocupantes de terreno particular são retirados e três pessoas são presas, em Manaus

Policiais chegam ao local para cumprimento da ação/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Policiais chegam ao local para cumprimento da ação/Foto: Divulgação

                Policiais chegam ao local para cumprimento da ação/Foto: Divulgação

Aproximadamente, 300 famílias que ocupavam um terreno particular, há quase três meses, foram retirados na manhã desta terça-feira (27) pela Polícia Militar, durante a reintegração de posse. A ação ocorreu por volta das 5h da madrugada, na Rua Mulateiro, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus, e resultou na prisão de três pessoas por resistência.
Ao todo, 300 famílias ocupavam o local, que fica em uma área de preservação permanente. Durante a ação judicial, duzentos barracos construídos no terreno foram destruídos. Os moradores declaram que não foram comunicados sobre a desocupação da área e afirmaram que os policiais militares já chegaram expulsando com uso spray de pimenta.

“Nós invadimos o local porque não temos lugar para morar e a Polícia Militar não precisava agir com truculência. Eles já chegaram usando spray de pimenta contra os moradores”, disse uma moradora de 49 anos que preferiu não se identificar.

De acordo com o tenente Peclat, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer), a ação foi motivada a resistência por parte dos moradores.

“Os policiais militares foram recebidos com fogos de artifício e a pedradas, mas equipe conseguiu adentrar no terreno e pacificar o local com a retirada dos invasores”, explicou o tenente Peclat.

Ao todo, cem policiais militares participaram da reintegração de posse que foi expedida pela 17ª Vara Cível da Justiça do Amazonas. Na segunda-feira (26), segundo um oficial de Justiça, os invasores foram comunicados sobre a ordem judicial.

...e os barracos armados no terreno particular/Foto: Divulgação

…e os barracos armados no terreno particular/Foto: Divulgação

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.