Amazonas Cidades Destaques

‘Operação Alcateia’ prende 12 policiais entre os suspeitos de 8 mortes

Coletiva de imprensa, Sistema de Segurança-Am/Foto: Daniel Landazuri
Redação
Escrito por Redação

Numa operação que envolveu as forças de segurança do Estado do Amazonas e a Polícia Federal, na manhã de hoje, sexta-feira (27), foram presas 15 pessoas, entre as quais 12 policiais militares, que estão sendo investigadas pelo envolvimento em oito mortes ocorridas no período de 17 a 19 de julho deste ano, em Manaus, como resultado do trabalho da força-tarefa criada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP-AM), para investigar 34 homicídios que ocorreram nesse período.
A “Operação Alcateia”, como foi batizada a ação das forças policiais, foi coordenada por representantes da SSP-AM, Polícia Civil (PCAM), Polícia Militar (PMAM), Polícia Federal (PF) e Ministério Público do Estado (MPE), por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco). Todos esses órgãos formam a força-tarefa criada em julho, logo após os 34 assassinatos. As investigações desse grupo especial apontam que as 15 pessoas presas nesta sexta-feira estão envolvidas em oito desses homicídios.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, destacou que o trabalho foi realizado, principalmente, para dar resposta à sociedade sobre os crimes. “Infelizmente nesse fato nós tivemos envolvimento de agentes da ordem, mas gostaria de ressaltar que a prisão desse grupo não deve macular a grande maioria de policiais militares que tem contribuído no combate à criminalidade no Estado”, ressaltou.

No trabalho da força-tarefa, comandado pelo corregedor-geral do Sistema de Segurança Pública, Leandro Almada, a prisão do grupo ocorreu após monitoramento e investigação da área de Inteligência da SSP-AM, em conjunto com a Polícia Federal. “Fomos observando o andamento de uma série de fatores que ocorreram naquela época nas regiões da cidade. Tudo isso nos chamou atenção e fomos ligando os elementos até chegar aos suspeitos presos hoje”, disse.

A Operação Alcateia também resultou na apreensão de seis carros, uma moto, seis pistolas ponto 40, cinco revólveres calibre 38, duas pistolas ponto 380, uma escopeta, uma arma de choque e munições. Os 12 policiais presos foram encaminhados ao Batalhão de Guarda da Polícia Militar, localizado no bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus.

O comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Marcus James Frota, determinou abertura de sindicância para apurar a participação de cada policial nos crimes, bem como a instauração de Conselho de Disciplina para acompanhar os casos. Comprovada a participação dos servidores, segundo Frota, eles poderão ser exonerados.

Os demais 26 homicídios ocorridos no período de 17 a 19 de julho continuam sendo investigados pelas forças de segurança. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros da PCAM está com 14 inquéritos em andamento para investigação de suspeitos, tendo sido identificadas oito autorias. Há ainda investigações que resultaram na Operação ‘La Muralla’, deflagrada nesta semana pela Polícia Federal, que apontam a participação de facções criminosas nesses homicídios.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.