Amazonas Cidades

Operação no Ramal do Pau Rosa apreende veículos adulterados

Motos apreendidas com adulteração/Foto: Suzana Martins
Redação
Escrito por Redação

Órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública do Amazonas (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SSP, DPTC e Detran), coordenados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), iniciaram na manhã de hoje (08), uma operação de segurança no ramal do “Pau Rosa” , na BR 174, e comunidades próximas, com o propósito de combater a criminalidade na zona rural de Manaus,  que ocorre até amanhã com atividades de cidadania e expedição de documentos.
Na operação, cinco motocicletas foram apreendidas em um sítio, localizado em uma estrada do ramal do “Pau Rosa”. A suspeita era de que o local era usado como área de desmanche dos veículos. As motos estavam sem a documentação e possuíam o chassi adulterado. Uma delas estava sem o motor e outras já tinham sido retiradas algumas suas peças.

Durante a manhã, equipes da Polícia Militar da Ronda Ostensivo Cândido Mariano (Rocam) e Força-Tática realizaram barreiras onde foram feitas vistorias em pessoas e veículos, que trafegavam pela comunidade rural. Visitas aos comunitários também foram feitas. Agentes do Detran-AM deram apoio as ações com plataformas e vistoria a documentação de veículos e condutor.

As medidas fazem parte da primeira ‘Ação Integrada de Segurança Pública e Defesa Social do Ramal do Pau Rosa’, que é realizada em conjunto com instituições estaduais e municipais, onde, além do reforço da presença dos órgãos de segurança na comunidade rural, levou ações de cidadania até os moradores locais.

Segundo a coordenadora de Ações de Inteligência da SSP-AM, Suely Costa, um mapeamento foi feito com informações do disque-denúncia da instituição, 181, e apontou que aquela área vem sendo alvo de crimes como roubos, furtos, tráfico de drogas e casos de estupro.

O ramal do “Pau Rosa” é composto por 21 ramificações, 32 comunidades, uma população de 8 mil habitantes, mais uma população flutuante que chega até 20 mil pessoas nos fins de semana. “Por conta de todo esse movimento, as comunidades rurais ganharam característica de um bairro. Com isso se tornam alvos da criminalidade. Em nosso levantamento contatamos que motos que são roubadas Manaus, por exemplo, são trazidas para cá e são usadas para prática de outros crimes”, conta.

O Disque-denúncia é um serviço destinado a mobilizar a sociedade no combate ao crime organizado em todo Estado, por meio de denúncias. Ele funciona de 7h às 22h, todos os dias, e garante o sigilo da identidade do denunciante, o que evita exposição a risco de qualquer natureza.

Ação e Cidadania atende comunidades/Foto: Suzana Martins

Ação de Cidadania atende comunidades/Foto: Suzana Martins

Cidadania – Durante dois dias, cerca de 20 órgãos estaduais e municipais vão levar ações de cidadania às comunidades rurais. O trabalho iniciou nesta sexta-feira (8) e segue até este sábado (9), de 8h às 14h. O ponto de encontro é a Escola Municipal Maria Isabel Melgueiros, situada na entrada do ramal do “Pau Rosa”.

Estão sendo oferecidos: emissão de carteira de identidade e de trabalho, corte de cabelo, atendimento psicossocial e jurídico para mulheres, palestras de orientação de primeiros socorros e de combate ao uso de entorpecentes, serviços jurídicos, e outros.

Entre os órgãos estaduais e municipais que integram a ação estão: Polícia Militar, Polícia Civil, Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Corpo de Bombeiros (CBMAM), Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal (Idam), entre outros.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.