Amazonas Política Saúde

Órgãos de saúde do AM capacitam profissionais para enfrentar o Zika Virus

Secretário Pedro Elias(SUSAM), na reunião do Conselho/Foto: Assessoria
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), irá promover, no período de 12 a 14 de janeiro, a capacitação “Resposta, Vigilância e Atenção relacionada ao Zika Vírus”, no auditório da Fundação de Medicina Tropical, no bairro Dom Pedro, zona Oeste, cujo objetivo é cumprir o treinamento que foi uma das pautas da reunião do Comitê de Enfrentamento da Microcefalia, integrado por técnicos, titulares das Secretarias Estadual de Saúde (Susam), Pedro Elias, e Municipal (Semsa), Homero de Miranda Leão Neto, e pelo presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, realizada ontem (07), no auditório da Susam.
“Serão três dias de capacitação, com nove turmas de 120 profissionais. Ao total 1.080 servidores, entre médicos, enfermeiros e equipes dos laboratórios, irão participar. Cada treinamento terá a duração de uma hora e será abordado o cenário epidemiológico, manejo clínico, combate ao mosquito e vigilância laboratorial”, explicou a diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Semsa, Angélica Tavares, lembrando que as inscrições serão feitas no site do órgão.

Foi discutida, também, a urgência em normatizar o atendimento aos recém-nascidos nas maternidades, públicas e privadas, em Manaus. O secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão, enfatizou a necessidade de fazer a medição do perímetro cefálico, por exemplo, como preconiza o Ministério da Saúde. “A medição do perímetro cefálico é uma informação epidemiológica imprescindível. Precisamos garantir a precisão desse dado”, afirmou o secretário, considerando o atual contexto de combate à microcefalia.

Durante a reunião, uma comissão foi formada para dar uma solução imediata a este problema. A ideia é estabelecer um fluxo padrão de atendimento, com a definição de responsabilidades.  “Após esta primeira capacitação, uma outra será realizada com os profissionais que atuam no parto e pós parto, na Atenção Secundária”, informou a subsecretária municipal de gestão da saúde, Lubélia Sá Freire.

Ainda de acordo com a subsecretária, a Semsa irá receber a partir desta sexta-feira (8), reforço no combate ao Aedes aegypti. “Teremos mais 40 veículos na nossa frota para aumentar a resposta às denúncias que estão surgindo pelo ‘DisqueSaúde’, por meio do telefone 0800 280 8 280 e do e-mail saude.semsa@pmm.am.gov.br”, informou.

Na próxima semana, dia 12, a Prefeitura irá inaugurar o Centro Integrado de Operações Conjuntas em Saúde (CIOCS), em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), exclusivo para o combate ao Aedes aegypt. O espaço irá reunir atividades como o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), a central do ‘Disque-Saúde’.

Até o dia 7 de janeiro, Manaus contabilizava 89 casos suspeitos de Zika Vírus. Do total, dois foram confirmados, oito descartados e 79 permanecem em investigação, sendo 13 gestantes.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.