Amazônia Cidades

Os bois-bumbás Garanhão e Brilhante contagiaram a galera no Carnaboi 2016

Carnaboi 2016/ Foto: Correio da Amazônia
Carnaboi 2016/ Foto: Correio da Amazônia
Redação
Escrito por Redação

O Carnaboi 2016 retornou ao Sambódromo na noite de segunda-feira (8), na zona Oeste de Manaus. O público foi inferior aos eventos anteriores. As apresentações dos ‘bois Garantindo e Caprichoso’ na época de Carnaval, ocorreu por volta das 19h45, com uma hora de atraso de acordo com a programação. Mesmo assim, o fiel público de aproximadamente 7 milhões de foliões se fez presente, segundo a estimativa da Polícia Militar do Amazonas.

Com 10 horas de show, o público curtiu as toadas de boi-bumbá ao som de artistas como Carlinhos do Boi, Gaspar Medeiros, Canto da Mata, Arlindo Júnior, Tony Medeiros, Márcia Siqueira e Zezinho Corrêa, David Assayag, Sebastião Júnior e Israel Paulain, além de Edilson Santana, Fabiano Neves, Edmundo Oran, Patrick Monteiro, Júnior Paulain, Klinger Araújo e Renato Freitas. O evento seguiu até às 4h de terça-feira (9).

Na abertura do Carnaboi 2016, os bois-bumbás de Manaus, Garanhão e Brilhante contagiara a galera. Em seguida, o boi-bumbá Campeão do Festival Folclórico do Amazonas – 2015, Corre Campo e os bois de Parintins, Caprichoso e Garantido fizeram suas apresentações.

Mudanças
Com o passar dos anos, o Carnaboi vem sofrendo mudanças no seu formato. Antes, o evento era realizado em duas noites, com desfiles em ‘trios elétricos’, de artistas oficias do boi Garantido e Caprichoso. Em 2014, os organizadores inseriram os bois Corre Campo, Brilhante e Garanhão.

No ano passado, a festa deixou o espaço do Sambódromo e as apresentações passaram a ser realizadas em cinco polos – Zonas Leste, Norte, Sul, Oeste e Centro-Oeste da capital amazonense. Outro destaque da época era o shopping do Tururi, que foi retirado da programação.

Para este ano, o evento passou a ter suas apresentações com apenas um dia, dessa vez no Sambódromo. A Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas (SEC) informou que a mudança foi um pedido do público e dos representantes dos bois bumbás – Caprichoso e Garantido, além dos levantadores de toadas dos bois de Manaus, Brilhante, Corre Campo e Garanhão.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.