Amazonas Esportes

Osório define seu futuro em um mês; fica no São Paulo ou vai para o México

Juan Osorio, quer mais um mês para decidir/Foto: Site-SP
Juan Osorio, quer mais um mês para decidir/Foto: Site-SP
Redação
Escrito por Redação

Seguir em frente com o projeto de trabalhar no futebol brasileiro, ou aceitar o convite da seleção mexicana, que já apresentou uma proposta oficial? Esse é o dilema do técnico Juan Carlos Osorio, do São Paulo.
Embora o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, tenha garantido a permanência do colombiano, o treinador ficou balançado com a oferta mexicana, feita na última sexta-feira, em reunião realizada em um hotel da zona Sul de São Paulo.

Análise: o São Paulo precisa mais de Osorio do que ele precisa do clube

Osorio tem um mês para responder se aceitará assumir o comando da seleção mexicana. Diante de tanta pressão e do desmanche no elenco, o treinador ainda quer pensar se vale a pena seguir no São Paulo.

Osorio está decepcionado com a diretoria, que tem negociado vários jogadores – Rafael Toloi foi a oitava baixa no grupo. Na época da sua contratação, esse assunto nunca chegou a ser discutido. Com as saídas, o time caiu muito de rendimento. Após a derrota para o Flamengo, ele surpreendeu ao deixar no ar a possibilidade de buscar novos ares.

– A situação é delicada, mas não é o melhor momento para dar uma resposta final. Tenho sentimentos confusos. Todos conhecemos como é o ser humano, vou analisar a situação com a minha família e decidir. Depois do jogo anterior, recebi uma mensagem de um membro da diretoria e fiquei muito surpreso. Vou pensar, pensarei o que é o melhor – afirmou o treinador.

Na seleção mexicana, Osorio ganharia um salário muito superior e seria o comandante de um projeto a longo prazo, visando a Copa de 2018. Situação bem diferente da vivida atualmente no São Paulo, onde os problemas só aumentam. O último foi a venda de Rafael Toloi, negociado com o Atalanta por R$ 14 milhões. Ele é oitavo jogador a sair. Antes dele, foram negociados: Souza, Denilson, Paulo Miranda, Boschilia e Jonathan Cafu. Dória não teve empréstimo renovado e Ewandro foi para o Atlético-PR. Até o final da janela, o clube ainda corre o risco de perder Alexandre Pato, que pode ser negociado pelo Corinthians.

No São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro faz de tudo para acalmar o treinador. Os dois tiveram uma conversa ainda no Rio de Janeiro logo após a partida. No desembarque da delegação tricolor no aeroporto de Congonhas, o dirigente mostrava confiança na recuperação da equipe.

– O Osorio é um excelente técnico, estamos muito satisfeitos. Ele não tem culpa do que está acontecendo. A culpa é minha, que fui obrigado a vender os jogadores por causa da situação financeira do clube – ressaltou o dirigente.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.