Amazônia Pará

PA: Em Belém açaí ficou 20% mais caro este ano

Redação
Escrito por Redação

Com a alta generalizada verificada em março, o preço do açaí comercializado na Grande Belém fechou o primeiro trimestre de 2016 com reajustes bem superiores à inflação.

Em março, pelo terceiro mês consecutivo o preço do litro de açaí voltou a subir. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), a trajetória no preço do litro de Açaí comercializado neste período não foi uniforme.

O açaí médio, por exemplo em dezembro foi comercializado em média a R$ 17,33 e iniciou o ano sendo vendido em média a R$ 17,78. Em fevereiro, chegou a R$ 18,17 em média e em março, a R$ 21,54. Com isso, no 1º trimestre de 2016 a alta neste tipo de açaí chegou a 24,30%, contra uma inflação de 2,93%. Já nas feiras livres, o menor preço encontrado foi de R$ 17,00 e o maior R$ 23,00; nos Supermercados, o preço do mesmo girou em torno de R$ 22,00 a R$ 24,00.

Já o açaí grosso também está mais caro. Entre dezembro e março, o preço do produto saltou de R$ 22,48 em média para R$ 26,32 por litro, apresentando alta de cerca de 17,10%. Já nas feiras, o açaí grosso segue custando entre R$ 23,00 a R$ 28,00 o litro.

Por fim, o açaí tipo “papa” também fechou o primeiro trimestre de 2016 com alta generalizada, saltando de R$ 26,00 para R$ 32,00 nas principais feiras livres da cidade. Para quem já considera os valores altos, o Dieese alerta: os valores devem aumentar mais ainda nos próximos meses, fazendo com que o açaí seja um produto “de luxo” na mesa dos paraenses.

(DOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.