Amazônia Pará

PA: Família real japonesa cumpre agenda em Belém

familia real japonesa
Redação
Escrito por Redação

O príncipe japonês Akishino e sua esposa, a princesa Kiko Kawashima, chegaram por volta das 13h15 de ontem a Belém. A capital paraense é uma das cidades brasileiras escolhidas para receber a visita dos membros da família imperial japonesa, em virtude das comemorações pelos 120 anos da Assinatura do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre o Japão e o Brasil.

Esta foi a 2ª visita do príncipe Akishino ao Pará. A 1ª vez foi em 1988, durante as celebrações pelos 80 anos da imigração japonesa no Brasil. Ao todo, a família imperial já visitou a capital paraense 4 vezes. O príncipe e sua esposa, junto a uma comitiva de 20 pessoas, foram recebidos às 15h30 por membros da comunidade japonesa do Estado, na sede da Associação Pan-Amazônia Nipo-Brasileira (Apanb), em Belém.

Na entrada da associação, o príncipe e a princesa foram recepcionados por crianças do Centro Educacional Kioko Oti. Em seguida, participaram de uma confraternização, no Salão Junichiro Yamada, com representantes da comunidade japonesa no Pará e das entidades nikkeis (Câmara de Comércio e Indústria Nipo-Brasileira do Pará; Associação das Províncias do Japão do Norte do Brasil; Beneficência Nipo-Brasileira da Amazônia e a Apanb).

PIONEIROS
No auditório Ryoichi Jinnai, o casal participou de uma cerimônia de boas-vindas, onde fez um minuto de silêncio em memória aos pioneiros da comunidade japonesa na Amazônia. Em seu discurso, o príncipe Akishino disse que é motivo de grande felicidade poder reencontrar os membros da comunidade nipo-brasileira no Pará. Segundo ele, os imigrantes e seus descendentes superaram dificuldades até conquistarem a sua atual situação de estabilidade, com forte espírito pioneiro. “Os japoneses se integraram à sociedade brasileira, contribuindo para o seu desenvolvimento, o que me deixa muito feliz”, disse o príncipe. Akishino fez votos de saúde e de progressos ainda maiores para a comunidade nipo-brasileira e um aprofundamento ainda maior da amizade entre os 2 países.

(Diário do Pará)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.