Amazonas Cultura

Paço da Liberdade apresenta ‘Imagine France-A viagem fantástica’, a partir de segunda(14)

Paço da Liberdade, apresenta Imagine France/Divulgação
Paço da Liberdade, apresenta Imagine France/Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Será aberta na segunda-feira (14), a exposição “Imagine France – A Viagem Fantástica”, que reúne fotografias da artista francesa Maia Flore. A exposição, que fica em cartaz até 10 de outubro, no Paço da Liberdade, retrata o olhar poético e peculiar da fotógrafa, em fotos de castelos, museus, grutas, igrejas e monumentos históricos da França. O evento é promovido pela Aliança Francesa de Manaus, em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).
A exposição já foi exibida na Espanha, em São Paulo, e ainda seguirá para Alemanha depois de Manaus. A mostra compõe 25 quadros, todos de locais diferentes da França. A artista produz uma leitura com tom surreal dos locais que fotografa. “A Maia Flore tem um olhar que transforma monumentos e espaços culturais da França a partir da sua imaginação e inspiração. É muito importante para a Aliança, como uma instituição de ensino de francês, trazer projetos de artistas franceses, não apenas para nossos alunos, mas também para a sociedade de Manaus”, afirmou a diretora da Aliança Francesa de Manaus, Luciana Cavalcanti.

O diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, destaca que mais uma vez o intercâmbio cultural Brasil-França ocorrerá no Paço da Liberdade. “A exposição mostra um novo olhar sobre ícones arquitetônicos da França que muitos de nós não conhecíamos. A proposta da Maia é também muito interessante para estudantes e novos artistas terem contato com uma linguagem artística fotográfica que ainda não expomos no Paço da Liberdade”, destacou.

Sobre Maia Flore

Maia Flore nasceu em 1988, na França. Em 2011, tornou-se membro da Agência VU, agência francesa de fotógrafos renomados. Sua abordagem consiste em uma busca de coincidência entre o real e sua imaginação – um universo criado a partir de diversas peças em forma de narrações emocionantes e encantadoras. É na Suécia que ela começa sua primeira série, intitulada “Sleep Elevations”, uma obra que divaga nas memórias de infância.

No segundo trimestre de 2012, quando morou pela primeira vez na Finlândia, Maia Flore explorou novos métodos de representação e de narração. Essas buscas continuam no centro das artes de Berkeley, na Califórnia, nos Estados Unidos. Daí decorrem duas séries (Situations e Morning Sculptures) que seguem explorando a confusão de sentimentos na qual a fotógrafa dispõe seus personagens como seus espectadores. Em fevereiro de 2011, suas obras são expostas no festival Circulation(s) de la Jeune Photographie Européenne.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.