Amazonas Cidades

PACs atendem 2,2 milhões de usuários nos primeiros sete meses do ano

Atendimento no PAC Compensa/Foto: Alfredo Fernandes
Redação
Escrito por Redação

No período de janeiro a julho deste ano, a Ouvidoria Geral do Estado registrou 2,2 milhões de atendimentos, com um crescimento de 8% em comparação ao mesmo período de 2014, quando 2,1 milhões de pessoas foram atendidas nos PACs (Pronto Atendimento ao Cidadão) da capital e do interior. Entre os serviços ofertados, os que apresentam maior demanda são as emissões de primeira e segunda vias de RG e primeira via de CPF.
Nos primeiros sete meses do ano foram contabilizadas emissões de 43.774 primeiras vias de RG, 20.628 segundas vias da carteira de identidade e ainda 18.046 novos CPFs (Cadastro de Pessoa Física).

Dentre os 11 PACs distribuídos entre a capital e o interior, os três que atenderam as maiores demandas foram os dos bairros: Cidade Nova, com o saldo de 549.704 pessoas atendidas; Compensa, que soma 418.794 atendimentos; e o do São José, com o atendimento a 314.265 usuários.

Segundo a ouvidora geral do Estado, Zanele Teixeira, o crescimento no índice de atendimentos diários é resultado da conquista de novas parcerias firmadas com instituições que prestam serviços à comunidade amazonense, como por exemplo a Polícia Federal, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) e a Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus).

Agendamento – O crescimento no índice de atendimentos também decorre da implantação do sistema de agendamento que pode feito por meio do endereço www.ouvidoria.am.gov.br, onde o cidadão pode agendar atendimentos relacionados a Carteiras de Identidade (RG), de Trabalho (CTPS), CPF e Seguro Desemprego.

O serviço on-line, implantado há cinco meses, já garantiu agendamento para mais de 150 mil cidadãos. “É uma ferramenta que permite ao usuário solicitar um serviço conforme a sua disponibilidade e posteriormente se deslocar ao PAC. Vale ressaltar que o agendamento eletrônico proporcionou mais comodidade ao usuário que não precisa mais enfrentar filas para obter atendimento”, explica a ouvidora.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.