Entretenimento

Padre Fábio de Melo supera ‘auto-hipocrisia’ e tira foto com travesti

padre-fabio-e-travestir
Redação
Escrito por Redação

No final de semana passado, o padre Fábio de Melo compareceu ao aniversário da cantora Alcione, na quadra da Mangueira, no Rio de Janeiro. Ao iG, ele descreveu um momento inusitado quando percebeu um travesti se aproximando, possivelmente para pedir uma foto.

“Vou confessar publicamente minha a hipocrisia. ‘Meu Deus do céu, se esse rapaz pedir para tirar uma foto comigo? Como vou reagir?'”, disse.

Conforme imaginado por Fábio, o travesti realmente queria uma foto: “Você costuma tirar fotos com pecadores?”, o padre foi questionado. Ao que respondeu: “Mas é claro”.

Em seguida, Fabio foi informado que a pessoa em questão é Luana Muniz, um travesti conhecido no Rio de Janeiro que ficou famoso, em rede nacional, por criar o bordão “Travesti não é bagunça”, externado pela primeira vez no programa “Profissão Repórter”, da Rede Globo. Luana criou um grupo que alimenta e ajuda pessoas em dificuldades que andam pelas ruas da Lapa.

“Quando ela me contou, eu comecei a unir as coisas dentro de mim. Eu não entro no mérito da questão da vida que ele leva, vamos deixar que Deus faça isso. Não sou síndico da Eternidade. Agora, que é um tapa na cara da gente, é?”, finalizou o padre.

Ele ainda disse: “Aquele que você enxerga e lhe provoca um desconforto por ser tão diferente de nós, não sabemos quantas coroas da dignidade foram recolocadas por essa pessoa, através de um prato de comida, de um banho, de um atendimento médico… Como um pai que abraça um filho que chega. Eu sou padre, mas nem sempre tenho disposição de ir para praça recolher os que precisam. Não cabe nenhum julgamento do lado de lá”.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.