Entretenimento

Palhaço Pinduca morre aos 100 anos, em Salvador

Redação
Escrito por Redação

Nesta sexta-feira (6), morreu em Salvador, Almir Rodolpho Almeida, o Palhaço Pinduca, conhecido como um dos palhaços mais antigos do mundo. Ele faria 101 anos no dia 10 de maio.

Segundo informações do site ‘G1’, Verônica Menezes, uma das filhas dele, Almir estava internado desde o dia 25 de abril no Hospital Irmã Dulce, na capital baiana.

Verônica informou que ainda não há detalhes das causas da morte, nem do sepultamento. Almir deixa sete filhos e nove netos. “Encaramos a morte como vida também. Fica a saudade, foram 100 anos de vida, saúde e amor. Não me recordo de ninguém que tivesse alo contra ele, no entanto que ele era chamado de o bom velhinho. Ele cumpriu a missão de vida bem vivida”, disse Verônica.

Ainda segundo a publicação, Almir Rodolpho nasceu em Salvador em 10 de maio de 1915. Começou a atuar como palhaço no ano de 1937, aos 22 anos de idade. Trabalhou em vários circos como Arco Íris, Burahém, Fekete, Stevanovich, Real, Xangai, Nerino, Raios de Sol, entre outros.

Almir Rodolpho Almeida, o Palhaço Pinduca.

Almir Rodolpho Almeida, o Palhaço Pinduca.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.