Amazonas Esportes

PAN: Mesmo no sufoco, Brasil bate Dominicana e vai à final do basquete masculino

Augusto Lima, decisivo no garrafão/Foto: Divulgação
Augusto Lima, decisivo no garrafão/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A Seleção Brasileira masculina de basquete já assegurou ao mínimo uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015. A equipe, que fez uma campanha impecável na primeira fase, teve o seu jogo mais difícil na semifinal contra a equipe da República Dominicana, que terminou com vitória de 68 a 62, hoje, sexta-feira. Os brasileiros agora esperam o confronto entre Canadá e Estados Unidos para conhecer o adversário na decisão amanhã, sábado.
A campanha já supera com folga o que foi feito há quatro anos em Guadalajara. Na ocasião, com um time montado de última hora e com várias dispensas antes de ir ao México, o técnico Rubén Magnano não conseguiu levar a equipe nem a semifinal. Com quatro semanas de preparação, diversos amistosos feitos e um grupo bastante coeso no Pan, os brasileiros mostraram uma evolução absurda entre uma edição dos Jogos e outra.

O time brasileiro começou dominando o primeiro quarto. Com um sistema defensivo consistente e rápidas troca de passes, os comandados de Rubén Magnano foram abrindo vantagem e terminaram os primeiros dez minutos com uma vantagem de seis pontos. Na segunda parcial, o jogo começou a ganhar em equilíbrio, e o Brasil foi para o intervalo com a mesma vantagem construída no primeiro quarto, principalmente graças às boas atuações de Benite e Augusto Lima.

A situação mudou totalmente de figura no segundo tempo. A República Dominicana passou a pressionar mais a saída de bola dos brasileiros, que passaram a cometer erros bobos em arremessos e acabaram sofrendo turnovers constantes. Com Magnano bastante irritado, a Seleção Brasileira viu os dominicanos irem para os dez minutos finais com o placar empatado.

A situação não seguia muito boa no último quarto. A equipe verde e amarela viu os rivais chegarem a ficar mais de uma vez na frente do marcador e tudo indicava que o jogo seguiria para uma prorrogação. Foi aí que brilhou a estrela de dois jogadores que tem sido importantes nesta campanha brasileira no Pan 2015: o pivô Augisto Lima e o armador Larry Taylor. Augusto foi decisivo nos rebotes e Taylor em roubadas de bola e bandejas. Com a dupla inspirada, a equipe abriu oito pontos de vantagem e sacramentou a vitória no minuto final.(Terra)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.