Mundo

Papa fica longe de padres católicos “assustadores e neuróticos”

papa-francisco
Redação
Escrito por Redação

“Vou dizer-vos sinceramente, tenho medo de sacerdotes rígidos. Mantenho-me longe deles. Eles mordem!”, afirmou o papa durante uma conferência sobre formação para o sacerdócio, levando a audiência ao riso. Recorrendo ao humor, Francisco disse que algumas pessoas que são atraídas para uma carreira clerical são fundamentalmente instáveis, criando inevitavelmente problemas para a igreja se não forem afastadas.

“Se uma pessoa estiver doente, se for neurótica, deve ir ao médico, físico ou espiritual”, acrescentou, prosseguindo: “O médico vai receitar comprimidos. Mas, por favor, que não sejam os crentes a pagar por padres neuróticos”.

Segundo o papa, os seminários servem para aferir o estado espiritual dos candidatos, devendo também avaliar a sua condição física e psicológica, pois, frequentemente, “há jovens que são psicologicamente instáveis sem o saberem e que olham para estruturas fortes como uma forma de apoio” e se, “para alguns, é a polícia ou o exército, para outros é o clero”.

“Quando um jovem é muito rígido, muito fundamentalista, eu não me sinto confiante (em relação a ele). Por detrás disso, há algo que o próprio não entende. Mantenham os olhos abertos!”, alertou. Melhorar a seleção e formação dos sacerdotes é uma prioridade para a Igreja, na esteira dos grandes escândalos de abuso sexual que mostraram como era fácil que candidatos francamente inapropriados fossem ordenados.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.