Amazônia Pará

Pará não atinge meta de vacinação contra a Poliomielite

Para-contra-a-poliomelite-
Redação
Escrito por Redação

Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite ter conseguido ultrapassar os 70% da cobertura contra a doença, no Pará somente 64,13%% das crianças foram vacinadas, segundo o Ministério da Saúde. Nesse caso, foram aplicadas 427.198 mil doses, quando a expectativa era vacinar 666.112 das crianças, em idades de seis meses a menos de cinco anos. A prefeitura de Belém informou, em nota, que prorrogou a campanha na capital até a próxima sexta-feira (04).Ainda na manhã de ontem, os pais que procuraram a Unidade de Saúde da Marambaia, tiveram que voltar para casa sem vacinar seus filhos. A secretária do lar Albélia Martins, 38, levou Isabela, de 4, para ser imunizada. Mas, ao chegar no local, ela recebeu uma desagradável notícia: não havia vacinas naquela unidade. Revoltada, ela cobrou explicações. “Era para eles terem anunciado, pelo menos isso”, lamentou a doméstica que mora no conjunto Panorama XXI. De acordo com os funcionários, o motivo de não ter vacina na Unidade é que o posto passa por uma reforma na rede elétrica, e por conta disso, a medicação foi levada à Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) para refrigeração, mas esta manhã o atendimento deve voltar à normalidade. A Sesma foi procurada pela reportagem, mas não deu retorno.

 
Os pais que deixaram de levar seus filhos durante a campanha da polio, ainda poderão procurar qualquer unidade de saúde mais próxima de suas casas para a imunização. Faz 26 anos que o Brasil não tem casos de paralisia infantil.

Mesmo assim, segundo a Organização Mundial da Saúde, nove países registraram casos da doença nos últimos dois anos. Em três países, Nigéria, Paquistão e Afeganistão, a poliomielite é endêmica. Na maioria dos casos, a doença não leva à morte, mas deixa sequelas no sistema nervoso, como paralisia irreversível, principalmente nas pernas.

(Diário do Pará)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.