Amazonas Esportes

Para o Vasco, hoje é tudo ou nada pela permanência na série A

Jogadores vascainos unidos pela permanência/Foto: Fernando Fernandes
Jogadores vascainos unidos pela permanência/Foto: Fernando Fernandes
Redação
Escrito por Redação

Com grande risco de rebaixamento, o Vasco aposta todas as suas fichas contra o Santos, às 15h00, em São Januário, na primeira de suas possíveis duas “finais” no Campeonato Brasileiro, pois além de precisar vencer o Peixe, os vascaínos terão de ficar de olho na partida que acontecerá uma hora depois entre Palmeiras e Coritiba, já que um tropeço do Coxa, em São Paulo, é primordial para as pretensões do clube na Série A. O Figueirense foi derrotado pelo São Paulo por 3 a 2 e contribuiu para os planos vascaínos.
Pode contar a favor do Vasco no jogo o fato de o Santos entrar com seu time reserva. Apesar de também estar brigando por um lugar no G-4, o foco é na grande final da Copa do Brasil. E, desgastado após a vitória sobre o Palmeiras por 1 a 0 no primeiro confronto, o time paulista decidiu viajar ao RJ praticamente apenas com reservas. Os titulares farão um treinamento na Baixada Santista.

“Não teremos time titular no jogo de domingo. Estamos decidindo um campeonato. Não é brincadeira e não pode bobear. Foi a nona partida com chuva e campo pesado, algumas delas em sequência”, disse Dorival logo após a vitória sobre o Alviverde na última quarta.

Para a partida, o técnico do Vasco, Jorginho, não poderá contar com o zagueiro Luan, suspenso, que será substituído por Rafael Vaz. Em compensação, ele terá o retorno do companheiro de zaga e capitão da equipe Rodrigo, que já fez quatro gols na competição.

Destaque do time, o meia Nenê é indiferente em relação ao Santos que entrará em campo neste domingo:

“As vantagens são que os reservas não têm o ritmo de jogo que os titulares têm. E a desvantagem é que eles vão entrar querendo jogo. De qualquer maneira, será complicado”.

VASCO X SANTOS
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 29 de novembro, às 15h00( de Manaus)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Cleriston Clay Barretos Rios (SE) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

Vasco
Martín Silva; Madson, Rafael Vaz, Rodrigo e Julio Cesar; Diguinho, Serginho, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Rafael Silva) e Riascos
Técnico: Jorginho

Santos
Vanderlei (Gabriel Gasparotto); Daniel Guedes, Werley, Paulo Ricardo, Chiquinho; Ledesma, Leandrinho, Geuvânio e Léo Cittadini; Leandro e Nilson
Técnico: Dorival Júnior

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.