Amazonas Cultura

Parceria entre Cetam e Sesc forma novos cerimonialistas, em Manaus

Novos cerimonialistas formados pelo Cetam e Sesc, em Manaus/Foto: Divulgação
Novos cerimonialistas formados pelo Cetam e Sesc, em Manaus/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), e o Serviço Nacional do Comércio (Sesc), realizaram ontem, sexta-feira (02), a conclusão do Curso de Cerimonial, que foi oferecido, gratuitamente. Ao todo, 31 pessoas receberam o certificado, assegurando mais oportunidades no mercado de trabalho para os participantes do curso.

A cerimônia de encerramento aconteceu na unidade do Sesc da rua Henrique Martins, no Centro, e serviu de avaliação final dos alunos, que ficaram encarregados de planejar e executar todos os itens do cerimonial, desde a decoração do ambiente, disposição das bandeiras, serviço de buffet, sonorização, convites, recepção de convidados até a apresentação do evento.

A turismóloga Melane Mendonça, responsável por ministrar o curso, explicou que a capacitação teve início no dia 14 de setembro e encerrou nesta sexta-feira, 2 de outubro, totalizando 60 horas de aulas. Mendonça, que tem especialização em Turismo e Desenvolvimento Local, disse que o curso foi elaborado para que os alunos aprendessem os protocolos de diversos tipos de eventos.

“Esse curso capacita as pessoas para atuar na área de cerimonial, principalmente cerimonial público, que é a parte de elaboração de ordem de precedência, como proceder numa cerimônia onde haverá execução do Hino Nacional, montagem de mesa de honra, a ordem dos discursos e todo esse processo onde a aplicação do cerimonial se faz necessária. Mas também trabalhamos a parte de protocolo de cerimonial de outros tipos de eventos, como casamentos, formaturas”, detalhou.

Ela ressalta que, embora não haja carência de profissionais na cidade, ela observa que há algumas falhas que necessitam ser corrigidas na condução de algumas atividades relacionadas ao cerimonial. “Há uma certa dificuldade, principalmente na ordem de precedência das bandeiras. Nós passamos por vários locais e instituições e vemos que as bandeiras estão, por falta de conhecimento, dispostas de forma errada. Não existe uma penalidade para isso, mas esses são símbolos nacionais e é preciso ter um cuidado para que eles tenham a ordem de distribuição correta”.

O formando Alexander Colmenares, 30 anos, é profissional da área de Recursos Humanos há sete anos e disse que se inscreveu no curso porque o conhecimento do cerimonial também ajudará no campo em que atua. “Para mim foi bom porque eu sei como uma empresa funciona e como ela é organizada, mas não sabia como organizar todos os detalhes de um evento, principalmente um de grande porte, e o curso me possibilitou isso”, comentou.

Convênio forma novos cerimonialistas, em Manaus/Foto: Divulgação

                         Convênio forma novos cerimonialistas, em Manaus/Foto: Divulgação

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.