Amazonas Formal & Informal

Polícia Militar vai parar por falta de fardamento

PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo
PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação
PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo

                                   PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo

No próximo dia 6 de agosto, soldados, cabos e sargentos irão paralisar duas atividades por duas horas pela manhã, duas horas a tarde, e duas a noite.  Naquele dia, os PMs até irão para as ruas de Manaus, mas não irão atender nenhuma ocorrência.
A convocação está sendo puxada pela Associação dos Polícia Militares do Estado do Amazonas (APEAM), que pretende parar, também, o serviço nas Companhias Interativas Comunitárias (Cicom), quartéis, e demais unidades da PM.

Do efetivo de 9.500 policiais da ativa, 6.200 estão na capital e 3.300 no interior, dos quais devem parar atividades, parte dele.

Segundo o presidente da APEAM, Gerson Feitosa, a situação está  insustentável entre  soldados, cabos que estão trabalhando com fardamento e coturnos velhos, o que tem revoltado os praças que, ao reclamarem, junto aos superiores, ou sofrem represália ou punição por isso.

Foi o que ocorreu com o soldado  Hernandes  Menezes Soutelo que foi preso pelo tenente coronel Saunier, por ter ido trabalhar a paisana, no último dia 06, no quartel da Companhia de Guardas, justamente, por vir reclamando há quatro meses da falta de fardamento.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.