Cidades

Parte de prédio em obras do Hospital Adventista desaba na Zona Sul de Manaus

Redação
Escrito por Redação

Parte da estrutura de um prédio em construção, anexo ao Hospital Adventista, localizado na avenida governador Danilo de Matos Areosa, bairro Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus, desabou no início da manhã desta quarta-feira (16).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, antes do desabamento havia pelos menos cinco trabalhadores transitando pela estrutura, mas nenhum operário da obra ficou ferido. Duas viaturas da corporação foram deslocadas para o local.

Mateus Barbosa dos Santos, 38, foi uma das ultimas pessoas a sair do prédio, quando ouviram os ruídos de desabamento da estrutura.

 

IMG_2734

As causas da queda da estrutura ainda serão investigadas – fotos: Yuri Mendes

O prédio da expansão hospitalar de três andares fica próximo ao centro cirúrgico do setor de pediatria. As causas do acidente ainda são desconhecidas, segundo o Corpo de Bombeiros.

O fluxo de veículos não foi prejudicado em torno do hospital, porém as consultas agendas para o atendimento foram canceladas pela direção do hospital.

O aposentado José Antunes, 87, tinha consulta marcada com o cardiologista, mas foi pego de surpreso devido o acidente e teve que retornar.

“Eu estava com a consulta agendada pra essa data, mas não fui avisado pela direção do hospital sobre o cancelamento”, explicou.

O presidente do Sindicato da Construção Civil e Montagem do Estado do Amazonas (Sintracomec-AM), Cícero Custódio, esteve no local e informou que já tinha feito uma visita técnica à obra e  denunciou irregularidades nas obras.

“Quando fiz a visita, deparei-me com muita coisa errada. Alguns dos operários não estavam habilitados para trabalhar nessa obra, mas a direção e os responsáveis achavam que estávamos brincando”, argumentou.

As causas da queda da estrutura ainda serão investigadas. Uma comissão foi montada para avaliar a situação do prédio junto a empresa Antonelli Construções, responsável pela obra.

Em coletiva de imprensa, a direção do hospital por meio da assessoria jurídica informou que houve apenas um incidente com um garoto de apenas oito anos de idade, atingido por estilhaço do tijolo, sofrendo um ferimento leve na testa.

Toda a área do acidente foi isolada e as buscas por possíveis vítimas nos escombros estão sendo realizadas com ajuda de cães, da equipe de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (Bresc). Ao todo 25 homens do Corpo de Bombeiros trabalham no local.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.