Mundo

Partido quer retirada de estátua de Colombo de Barcelona

Estátua de Cristóvão Colombo/Foto: Divulgação
Estátua de Cristóvão Colombo/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Estátua de Cristóvão Colombo/Foto: Divulgação

Estátua de Cristóvão Colombo/Foto: Divulgação

A estátua de 60 metros de altura de Cristóvão Colombo, localizada junto ao mar Mediterrâneo, em Barcelona, na Espanha, enalteceria a escravidão e o imperialismo. Este é o pensamento do partido de esquerda Candidatura de Unidade Popular (CUP), que irá propor, nesta terça-feira, a retirada do monumento.

A estátua foi inaugurada em 1889, em homenagem à chegada do navegador à cidade, no ano de 1493, para explicar a descoberta da América aos reis católicos da Espanha.

“Apenas nos ensinaram o rosto amável desta pessoa, mas, por exemplo, nos diários de Colombo ele diz que com 50 homens podia subjugar todos (os indígenas) e torná-los criados muito bons”, explicou Josep Garganté, da CUP.

De acordo com informações do portal G1, a figura de Colombo é controversa também em outros lugares do mundo. Durante os governos do falecido Hugo Chávez e de Cristina Kirchner, Venezuela e Argentina retiraram monumentos dedicados a ele e os substituíram por outros homenageando a resistência indígena.

Além da retirada da estátua, a CUP quer declarar dia útil o 12 de outubro, a festa nacional espanhola que lembra a chegada de Colombo à América, em 1492.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.