Amazônia Tocantins

PF cumpre mandados contra grupo suspeito de pirâmide financeira no Tocantins

O grupo praticava crimes em Palmas, com o sistema de pirâmide financeira/Foto Divulgação
O grupo praticava crimes em Palmas, com o sistema de pirâmide financeira/Foto Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A Polícia Federal iniciou na manhã desta terça-feira (11) uma operação contra um grupo que praticava crimes contra o sistema financeiro em Palmas, com o sistema de pirâmide financeira. São 40 policiais cumprindo 11 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de condução coercitiva e 1 mandado de prisão preventiva, decretados pela Justiça Federal. A operação foi chamada de Queops.

Conforme a PF, durante as investigações comprovou-se que a empresa Aliança Online, que tem sede em Palmas e atua em todo o país pela internet, captou cerca de R$ 226 milhões, entre dezembro de 2015 e abril de 2016, prometendo ganhos de até 200% dos investimentos.

O grupo praticava crimes em Palmas, com o sistema de pirâmide financeira/Foto Divulgação

O grupo praticava crimes em Palmas, com o sistema de pirâmide financeira/Foto Divulgação

A empresa tinha como atividade principal a captação de recursos financeiros de terceiros, sem autorização legal, atraindo investidores sob a promessa de “ganhar dinheiro fácil”, disse a polícia. O grupo é investigado por crimes contra o sistema financeiro, contra a economia popular, contra a ordem tributária, e de estelionato, entre outros.

Operação
O nome da operação foi batizado de Queops em alusão a Pirâmide de Quéops (ou Khu-fu), também conhecida como a Grande Pirâmide de Gizé ou simplesmente Grande Pirâmide, é a mais antiga e a maior das três pirâmides na Necrópole de Gizé, na fronteira de El Giza, no Egito.

É a mais antiga das Sete Maravilhas do Mundo Antigo e a única a permanecer em grande parte intacta.

Entenda
Após receber várias denúncias, a Justiça bloqueou R$ 300 milhões de contas bancárias ligadas à empresa Aliança Online, que tem sede em Palmas e atua em todo o país pela internet. O pedido de bloqueio foi feito pelo Ministério Público Estadual (MPE). A empresa é suspeita de aplicar um golpe conhecido como “pirâmide financeira”.

Em maio deste ano, um grupo de pelo menos 70 pessoas invadiu uma loja de eletrodomésticos na quadra 104 Sul , no centro de Palmas, e saqueou vários eletrodomésticos. Conforme testemunhas, a loja saqueada tem ligação com a empresa Aliança Online.

Fonte: Jornal Floripa

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.