Amapá Amazônia

PF investiga fraude de R$ 12 mi na Receita Federal do Amapá e Pará

pf-fralde-amapa
Redação
Escrito por Redação

Duas pessoas foram presas preventivamente nesta terça-feira, 4, durante a operação ‘Créditos Podres’ deflagrada simultaneamente pela Polícia Federal (PF) em Macapá, no Amapá, e no município de Ananindeua, região metropolitana de Belém, no Pará. Além dos mandados de prisão ainda foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva.

De acordo com nota emitida pela PF, a operação investiga uma organização criminosa que estaria fraudando o fisco federal ao negociar créditos previdenciários inexistentes. Os criminosos agenciavam contribuintes nos dois estados para fraudar a Receita Federal. Com as fraudes a quadrilha teria conseguido receber cerca de R$ 12,5 milhões.

Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Amapá a pedido do Ministério Público Federal (MPF). Pelas condutas lesivas ao erário os envolvidos deverão responder por crime tributário, além de estelionato contra instituição pública.

O material apreendido durante as buscas foram levados para a sede da Justiça Federal, em Macapá. Os presos seriam conduzidos para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), onde ficarão presos.

A PF adiantou que em  fase das investigações correrem sob segredo de Justiça, não haverá entrevista sobre o caso para detalhar o esquema. As investigações correm a cargo da Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado (DRCOR) da Polícia Federal.

Fonte: Diário do Amapá

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.