Amazonas Cidades Destaques

PF prende ex-Conselheiro por desvio de recursos do CFO, em Manaus

Policiais apreendem objetos e dinheiro/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

A Polícia Federal, em ação conjunta com o MPF e o Tribunal de Contas da União, deflagrou, hoje (14), a Operação Tiradentes, que visa desarticular associação criminosa que atuava no desvio de recursos do Conselho Federal de Odontologia, entidade autárquica federal, no Rio de Janeiro e em outros Estados, incluindo o Amazonas. Estima-se que o grupo tenha desviado mais de R$ 5 milhões em recursos.

Em Manaus, os federais prenderam um ex-conselheiro do Conselho Federal envolvido com a quadrilha. As investigações, iniciadas há cerca de 1 ano, indicaram que esses profissionais recebiam, entre outros, diárias indevidas, restituições de despesas indevidas, assim como verbas indenizatórias em valores substanciais, sem fazer jus às mesmas. Alguns contratos são investigados por haver indícios de que tenham sido superfaturados

Cerca de 60 policiais federais cumprem 5 mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão, nos municípios do Rio de Janeiro, Niterói e São Gonçalo no Estado do Rio de Janeiro; Manaus/AM; Campo Grande/MS, Araguaína/TO, São Paulo capital e em Brasília no Distrito Federal. Os mandados foram expedidos pela 3º Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

A investigação detectou indícios de que conselheiros e funcionários desviavam recursos públicos do Conselho Federal de Odontologia. As fraudes consistiam no ressarcimento de despesas inexistentes, no pagamento indevido de diárias e na contratação irregular de serviços. O valor total das despesas e contratações pode ultrapassar R$ 30 milhões, e a PF suspeita que os desvios possam ultrapassar R$ 5 milhões.

São investigados os crimes de peculato, estelionato qualificado, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Haverá entrevista coletiva hoje, sede da Polícia Federal, localizada na Av. Rodrigues Alves, 01, Centro (Praça Mauá).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.