Amazonas Economia

Plano Plurianual (PPA) 2016 passa pela primeira revisão do Governo do AM

Secretário Thomaz Nogueira conversa com equipe de governo/Foto: Divulgação
Secretário Thomaz Nogueira conversa com equipe de governo/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Secretário Thomaz Nogueira conversa com equipe de governo/Foto: Divulgação

               Secretário Thomaz Nogueira conversa com equipe de governo/Foto: Divulgação

Gestores e técnicos do Governo do Amazonas, reuniram-se, ontem, terça-feira (19), na Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI), para receber orientações acerca da 1ª revisão do Plano Plurianual 2016, projeto de planejamento de médio prazo do Estado.

Depois das etapas de alinhamento, ajuste e análises, o projeto do PPA será encaminhado para a apreciação dos deputados na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), onde deve ser votado até o próximo dia 31 de outubro.

O PPA é um instrumento fundamental de planejamento da administração pública, que define diretrizes e metas para os governantes por um período de quatro anos. Sob a responsabilidade da Seplan-CTI, a  construção do PPA iniciou em 2015 e teve como um dos eixos prioritários de intervenção a interiorização do desenvolvimento com foco em projetos estratégicos, como a criação de peixe em cativeiro, fomento da indústria de fertilizantes e a exploração de riqueza mineral, entre outros recursos.

Outro ponto de debate foi a diversificação e ampliação da atividade econômica na capital e em seu entorno. O plano como um todo buscou fortalecer investimentos em áreas básicas de atendimento ao cidadão, como saúde, educação, área social e  segurança. Na etapa de consulta à sociedade, fundamental para a elaboração do PPA, 35 cidades do interior tiveram atendimentos presenciais e colaborações intermediadas pelo Centro de Mídias da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) para o encaminhamento de propostas ao projeto.

Na abertura da reunião de trabalho, o secretário de Estado de Planejamento, Thomaz Nogueira, pediu aos gestores que mantenham o foco nas atividades dos órgãos que são realmente essenciais. “Mais do que nunca é preciso ter foco, objetividade, operações administrativas enxutas”, destacou ao fazer uma avaliação sobre o quadro da crise que atinge a economia do País. O secretário lembrou que o Amazonas é um dos poucos estados que está conseguindo honrar compromissos com fornecedores e servidores às custas de um “esforço monumental” do Governo  que incluiu cortes de gastos em todas as instâncias.

“O PPA não pode ser apenas o cumprimento de uma obrigação legal e burocrática, precisamos ter um planejamento que reflita a realidade que vivemos e a indicação de caminhos para o atendimento das necessidades da população”, resumiu.

Nova matriz econômica – Thomaz Nogueira aproveitou o encontro com os gestores para chamar atenção ao projeto de construção da Nova Matriz Econômica Ambiental, que está sendo elaborado pela Seplan-CTI em parceria com a Sepror, Semas e Ipaam, o qual busca alternativas de desenvolvimento econômico com melhor aproveitamento do recursos naturais do Estado, nas áreas de fármacos, cosméticos, fruticultura e piscicultura.

Técnicos e gestores reunidos debatem sobre a revisão do PPA/Foto: Divulgação

       Técnicos e gestores reunidos debatem sobre a revisão do PPA/Foto: Divulgação

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.