Amazonas Formal & Informal

Polícia Militar não quer mais Adail Pinheiro “nem com nojo” no quartel do CPE

Adail Pinheiro e o "material" apreendido/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Foi a gota d’água. O comando-geral da Polícia Militar decidiu que não quer mais, nem com “nojo”, a permanência do ex-prefeito de Coari, Adail Pinheiro, no quartel do Comando de Policiamento Especializado (CPE), no bairro do Dom Pedro, Zona Centro-Oeste.
A gota d’água foi a apreensão pela guarda do CPE da quantia de R$ 6 mil reais que estavam escondidos entre alimentos que seriam entregues por um homem, até o momento não identificado. O “entregador” acabou fugindo no momento em que a guarda fazia a revista que acabou resultando na apreensão do dinheiro.

Todo o comando da PM está irritado com as irregularidades em relação a Adail Pinheiro, principalmente o comandante do CPE, coronel Cleitiman que  pediu formalmente ao Comando Geral e a Justiça a saída de Adail do CPE.

Cleitiman está super irritado alegando que a toda hora os advogados de Adail e outras pessoas próximas ao preso realizam visitas ao ex-prefeito o que muda a rotina e coloca em xeque a segurança no local.

E não é só o coronel Cleitiman que está irritado não. Toda a alta cúpula da PM, incluindo o comandante-geral, coronel Gilberto Gouvêa, estão super irritado com a falta de indefinição da Justiça em retirar Adail do CPE, já que o ex- prefeito não goza mais de foro privilegiado e já deveria estar há muito tempo em uma penitenciária comum.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

1 comentário

  • Pura armação do Zé Peruca…. Luis, passei o dia inteiro lá.. visitei o Adail e fiquei no estacionamento conversando e transportando algumas pessoas que apareceram por lá, todas conhecidas.

error: Ops! não foi dessa vez.