Cidades

Policiais militares da 26ª Cicom realizam palestras em escolas da Zona Norte

O trabalho tem enfoque nas escolas estaduais e municipais da Zona Norte - foto: divulgação/PM
Redação
Escrito por Redação
O trabalho tem enfoque nas escolas estaduais e municipais da Zona Norte - foto: divulgação/PM

O trabalho tem enfoque nas escolas estaduais e municipais da Zona Norte – foto: divulgação/PM

A Polícia Militar do Amazonas, através da 26ª Companhia Interativa Comunitária (CICOM) vem realizando um trabalho de excelência na forma de atuação, com a presença do Policial Militar no ambiente escolar. E ainda está provocando por meio de suas diversas ações, as mudanças necessárias de comportamento, nas pessoas que vivenciam a escola, para através da prevenção, transformar o local de aprendizagem e conhecimento em um ambiente mais seguro.

O trabalho tem enfoque nas escolas estaduais e municipais da zona de atuação da Unidade, e tem como finalidade verificar as necessidades e problemas enfrentados por gestores, professores e alunos com o intuito de estabelecer medidas que de alguma forma tragam resultados no combate a criminalidade.

E no dia de hoje, (17) a escola que recebeu a ação da 26ª CICOM, foi a Escola Otávio Mourão, situada na Avenida 7 de Maio, no bairro Santa Etelvina. Pela manhã o Tenente PM Kaio Cesár reuniu com a gestora Ana Lúcia Carneiro e com a pedagoga Professora Suely para tratar assuntos como: Ronda Escolar; dicas de segurança e palestras sobre prevenção às drogas entre outros. E pela parte da tarde, alunos do 8º ano do Ensino Fundamental com idades entre 14 e 15 anos, participaram da palestra ministrada pelo Tenente PM Kayo Cesar e Soldado PM C.

Braga que abordaram temas vários assuntos, tais como: Prevenção às drogas; consequências dos vícios; prevenção à exploração sexual infantil; alerta sobre o mundo das drogas tendo como consequência a criminalidade.

Na palestra foi possível ainda motivar os estudantes adolescentes em relação ao futuro, sobre o mercado de trabalho e a relação com a família. Esse encontro entre a polícia e os estudantes aproxima a instituição e diminui a imagem de que a polícia é repressiva, pois durante essas palestras nas escolas, o trabalho de orientação e prevenção proporciona o crescimento e desenvolvimento desses adolescentes, tornando-os cidadãos críticos capazes de resistir à pressão para usarem drogas.

Com informações da assessoria

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.