Amazonas Cidades

Policiais que vão atuar na fronteira do AM recebem instrução na SSP

Militares que vão às fronteiras recebem instruções/Foto: Divulgação
Militares que vão às fronteiras recebem instruções/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Cerca de 40 policiais militares e civis que vão atuar nas operações “Base Anzol” e “Sentinela”, na região de Fronteira do Amazonas, em apoio às ações da Polícia Federal e Exército, participaram na manhã de hoje (21), de instrução sobre o planejamento das ações que serão cumpridas por eles durante o período das missões, após o que, receberam o fardamento que usarão nas operações.
De acordo com o major Almir Cavalcante, coordenador da Estratégia Estadual de Segurança Pública na Fronteira, durante a instrução, os policiais conheceram um pouco mais da dinâmica do trabalho e as peculiaridades da região, além dos tipos de ocorrências mais comuns que eles irão atender, como o tráfico de drogas e contrabando de mercadorias.

O assessor especial da SSP-AM, Mauro Sposito, também, passou algumas orientações aos policiais que vão atuar na operação. “É importante que estejam atentos a cada situação, porque vamos lidar com organizações criminosas que movimentam grande volume de dinheiro. E, principalmente, obter a colaboração dos ribeirinhos, que sarão nossos olhos naquela região”, ressaltou.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, cada operação tem uma finalidade diferente. Na Operação ‘Base Anzol’, por exemplo, as forças estaduais reforçam as ações de policiamento, atuando de forma integrada com a Polícia Federal e o Exército, além de outros órgãos estaduais e federais. “Todas as embarcações que entram no Estado do Amazonas pelo rio Solimões são vistoriadas na Base Anzol, formando um bloqueio fluvial para impedir a passagem de drogas vindas da Colômbia e Peru, países que fazem fronteira com o Amazonas”.

A base foi estrategicamente reposicionada em um novo ponto de interceptação, a 59 quilômetros de Tabatinga, e conta agora com o reforço de duas embarcações, localizadas a 5 quilômetros da estrutura da base.
Já os policiais que irão atuar na Operação Sentinela, serão deslocados para os municípios de Tabatinga e Santo Antônio de Iça, onde atuarão nas vistorias das embarcações que passam pelos locais. De acordo com a SSP-AM, a tropa deve embarcar para a Região de Fronteira no próximo dia 27 de outubro.

...e recebem fardamento correspondente/Foto: Divulgação

                                 …e recebem fardamento correspondente/Foto: Divulgação

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.