Saúde

Policlínica Codajás fez entrega de cadeiras de rodas para crianças

ilustração-cadeira
Redação
Escrito por Redação

A Policlínica Codajás, da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), fez a entrega, nesta quinta-feira (6), de 14 cadeiras de rodas especiais (feitas sob medida), para crianças com deficiência física e motora. A ação integra as atividades do Centro Especializado em Reabilitação Tipo III (CER III), que funciona na unidade. Algumas das crianças beneficiadas são oriundas de municípios do interior do Estado – como Manacapuru e São Gabriel da Cachoeira. “Estas crianças vieram à capital para receber o equipamento, as orientações posturais e de conservação do equipamento auxiliar de locomoção que estão recebendo”, disse o diretor da policlínica, Fábio Shimizu.

 
Segundo o diretor, de janeiro a agosto deste ano já foram entregues 122 cadeiras especiais pelo CER III. Até final do ano a expectativa é de entregar 164, apenas nesta categoria. Shimizu disse que é importante destacar o caráter integral do Centro de Reabilitação. “A entrega de equipamentos é apenas parte do processo. As ações do CER são executadas sempre na perspectiva de atender melhor aos usuários que o procuram. Com a reforma e ampliação da estrutura física e aquisição de novos equipamentos que estão encaminhados, o objetivo é ampliar o atendimento, de maneira que possa suprir as demandas existentes”, afirmou.

Uma das crianças, da capital, contemplada com a cadeira de roda especial foi Vitória Hellen de Souza Macedo, 15 anos, que vive internada na UTI Sorriso, do Pronto-Socorro da Criança da Zona Sula. “Ela vive no hospital porque precisa ter o suporte permanente de ventilação mecânica. A cadeira permite que ela saia do leito e possa, inclusive, circular por outras áreas da unidade”, ressaltou Shimizu.

Além das crianças beneficiadas e seu familiares, a reunião de entrega das cadeiras de roda contou com a participação de profissionais que integram a equipe do CER III, como a fisioterapeuta Giselle Eguchi. Segundo ela, atualmente, aproximadamente 300 crianças com deficiência física estão cadastradas no serviço, sendo beneficiadas com equipamentos e o acompanhamento da equipe multiprofissional e interdisciplinar.

Para ter acesso aos atendimentos no CER III, o usuário necessita ser encaminhado com a indicação médica CID 10, compatível com a tabela de órtese, prótese e material auxiliar de locomoção do SUS (disponível no SIGTAP), além de cópia do RG, CPF, CNS e comprovante de residência. Concluído, o cadastro será avaliado e, confirmado o diagnóstico, é incluído em um dos 04 módulos: estomizado, ortopédico, visual e auditivo.

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.