Amazonas Política

Política de valorização dos servidores será mantida na CMM, garante Wilker

Vereador Wilker Barreto(PHS)/Foto: Tiago Correa
Redação
Escrito por Redação

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), garantiu, na manhã de hoje, terça-feira (15), que o Poder Legislativo Municipal vai manter a política de valorização dos servidores, e trabalhar no sentido de viabilizar melhorias salariais.
Ao responder ao questionamento do presidente da Comissão Especial para Análise, Estudo e Revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que queria saber sobre a proposta apresentada na semana passada, à Mesa Diretora a respeito do PCCS dos servidores, Wilker Barreto adiantou, que a Presidência vai, em janeiro, como já é de praxe, fazer a correção da inflação do exercício. Wilker acredita que deverá ficar em dois dígitos, percentual a ser definido quando forem fechados os dados oficiais.

Quanto ao repasse da Unidade Real de Valor (URV) aos funcionários efetivos, Barreto disse que vai trabalhar no sentido de manter o calendário de pagamento para o próximo ano. “Essa foi a legislatura que mais pagou a URV aos servidores. Pagamos R$ 2 milhões em dez parcelas de R$ 200 mil a partir de março. De março a dezembro, respeitamos o calendário. Estou inclinado a continuar com o mesmo montante”, disse.

O presidente destacou que recebeu, no início de dezembro o Plano da Comissão Especial do PCCS dos servidores. “A Câmara vai se debruçar, no recesso, para chegarmos ao Plano exequível. Vou compartilhar com o Colegiado de Líderes para que ele venha corrigir distorções existentes para o servidor”, disse.

Wilker Barreto avaliou que é preciso enxergar um Plano, que corrija as injustiças existentes. Ele exemplificou que não é justo, e isso ocorre também no Estado e no Município, que o servidor passe a vida toda contribuindo com um salário integral e quando passa para a aposentadoria, para receber o benefício, receba bem menos do que contribuiu. “Acho que é um dos grandes objetivos para tirarmos essa injustiça”, acrescentou.

O presidente assegurou que vai trabalhar nessa direção e acredita que na volta dos trabalhos já espera dar uma boa notícia aos servidores no que diz respeito ao estudo técnico em relação ao PCCS. ‘Em relação à inflação, a Câmara vai cumprir a lei e que pena que a inflação vai ficar acima dos dois dígitos, porque se não ficasse, poderíamos sonhar com o ganho real. Mas infelizmente acho difícil termos um ganho real, com uma inflação passando dos 10%”, assegurou.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.