Mundo

Político acusado de pedofilia é suspeito do sumiço de Madeleine

Redação
Escrito por Redação

Duas acusaçõs de pedofilia contra o radialista e político britânico Clement Freud levantaram suspeitas sobre o seu possível envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann. Ele tinha uma casa na Praia da Luz, onde a menina sumiu de um quarto do hotel aos 3 anos de idade em 2007. Logo no início das buscas dos pais da criança — até hoje sem sucesso —, Freud se tornou um conhecido da família.

Quando Clement Freud morreu, em 15 de abril de 2009, a ‘nata’ da sociedade britânica chorou. O neto de Sigmund Freud, ‘pai’ da psicanálise, morreu a poucos dias de fazer 85 anos. No seu funeral estiveram figuras como Bono Vox, vocalista dos U2, e o então primeiro-ministro Gordon Brown.

De acordo com uma reportagem do Telegraph, durante anos, Freud teria abusado de uma garota de quem cuidava como se fosse uma filha e teria ainda violado uma adolescente, com recurso à violência, na época em que era político. June Flewett, a sua esposa durante cerca de 58 anos, já pediu desculpa às vítimas pelo passado de pedófilo de Clement.

O casal reagiu à notícia expressando horror sobre a descoberta, segundo o “Telegraph”. No entanto, afastou suspeitas sobre Freud afirmando que ele não estava em Portugal no dia do desaparecimento.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.