Destaques Formal & Informal

Prefeitura dá calote e não paga os quatro grandes bois de Manaus

Bumbá Garanhão entre os que pegaram "pepino"/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Os representantes do bois bumbás de Manaus está denunciando o calote que a Prefeitura de Manaus, através da Manaucult, vem dando nos bois Garanhão, Corre Campo, Brilhante e Carinhoso, pelas apresentações no Live Site durante as Olimpíadas na praia da Ponta Negra.
O presidente do Boi Bumbá Garanhão, Nonato Torres, classifica como molecagem e uma grande desrespeito da Prefeitura e da Manauscult com a cultura e os grandes bois de Manaus.

De acordo com Nonato Flores, a Manauscult até agora não  pagou a quantia de 140 mil reais, que divididos daria 35 mil para cada um dos quatro bois, que fizeram as apresentações.

Bumbá Garanhão entre os que pegaram "pepino"/Foto: Divulgação

Bumbá Garanhão entre os que pegaram “pepino”/Foto: Divulgação

Segundo o presidente do Garanhão, a molecagem e o desrespeito começou quando Prefeitura e Secretaria de Cultura (SEC) resolveram diminuir os repasse aos bois para a apresentação no Festival Folclórico de Manaus deste ano.

No ano passado foram repassados 600 mil o que daria 282 mil reais para os três bumbás (Garanhão, Corre Campo  e Brilhante), mas alegando crise, este ano o valor diminuiu para 175 mil e diminuiu mais ainda chegando a 140 mil.

O desrespeito foi ainda maior quando a Manauscult alegando falta de estrutura alegou que os bumbás  não iria se apresentar no Festival Folclórico de Manaus, mas com a promessa que receberiam o dinheiro para se apresentar no Live Site da Ponta Negra: “Fizemos as apresentações só que até agora não recebemos um centavo e nos bois existem profissionais, músicos, artesãos, que dependem desse dinheiro e até agora nada”, afirma Torres.

A empresa Uni Publicidade, que venceu a licitação para pagar os bois, recebeu uma parcela de 334 mil, mas esse dinheiro foi para pagar somente os artistas de fora enquanto os artistas dos bois locais ficaram a “ver navios”.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.