Destaques Formal & Informal

A Prefeitura tem uma “lavanderia” para cuidar da Saúde, diz vereador

Foto ilustrativa de uma lavanderia de verdade.
Foto ilustrativa de uma lavanderia de verdade.
Redação
Escrito por Redação

O vereador Professor Bibiano está procurando em saber o que a “lavanderia” contratada indiretamente por Artur Neto (PSDB) estava lavando, no caso das verbas destinada à saúde, mas que foram parar nas empresas Silvio Correia Tapajós e Cia Ltda, que por sinal, funcionava em uma lavandeira.

Os desmandos registrados na saúde municipal e a falta de interesse em investigar irregularidades apontadas pela Polícia Federal, na operação Maus Caminhos, foram os principais questionamentos feitos pelo vereador, nessa terça (18), na Câmara Municipal de Manaus.

Ele citou o jornal impresso, A Crítica da terça-feira (18), e destacou que no local indicado como sede da empresa especializada na área da saúde, foi contratada para realizar campanha de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, funcionava em uma lavanderia irregular, investigada pela PF na operação “Maus Caminhos”.

Foto ilustrativa de uma lavanderia de verdade.

Foto ilustrativa de uma lavanderia de verdade.

“O que está sendo lavado nessa lavanderia?”, questionou, destacando que os fatos precisam ser melhor esclarecidos e investigados.

Outras irregularidades de Arthur

Bibiano disse que seu mandato foi pautado na cobrança e na fiscalização do Executivo municipal. Ele pontuou algumas ações protocoladas no Ministério Público e na Justiça e destacou a do superfaturamento dos contratos dos aluguéis de prédios para abrigar escolas, em 2013, e a de um “rombo” na Manausprev, em 2014.

“Questionamos, também, a falta do repasse do fardamento escolar, denunciamos a falta de transparência na aplicação dos recursos do Fundeb e a existência de mais de seis mil bueiros sem tampa em nossa cidade”, explicou, lembrando que dois ex-secretários foram obrigados pela Justiça a devolver quase R$ 9 milhões aos cofres públicos no processo do superfaturamento dos contratos dos aluguéis.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.