Cidades

Presos estelionatários que lucravam oferecendo empregos fantasmas na internet

Estelionatários lucraram mais de R$20 mil.
Redação
Escrito por Redação

O técnico em informática Bruno Henrique Pereira, 23, e o auxiliar de almoxarifado Vanderson da Silva e Silva, 23, foram apresentados na manhã desta terça-feira (17), na sede da Delegacia Geral, na Zona Oeste da cidade, pelo crime de estelionato. Ao menos 30 pessoas foram vítimas deles e o prejuízo ultrapassa R$20 mil.

A dupla foi presa na tarde dessa segunda-feira (16), na rua Nossa Senhora de Fátima, bairro Santa Etelvina, Zona Norte, em cumprimento a mandados de prisão expedidos na última quarta-feira (11), pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro, da 6ª Vara Criminal.

De acordo com o titular do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Cícero Túlio, os infratores estavam sendo investigados há aproximadamente três meses.

“Bruno e Vanderson anunciavam em sites de compras, vagas de emprego em grandes empresas da capital. Quando as vítimas entravam em contato com eles era solicitado determinado valor em espécie como garantia do trabalho. Depois que as vítimas pagavam o valor solicitado, os suspeitos sumiam. Mais de trinta pessoas foram vítimas da dupla. Estima-se que com o golpe, eles tenham lucrado mais de R$ 20 mil nos últimos três meses” disse o delegado.

Conforme o delegado, Bruno já havia sido preso em flagrante em 2014 pelo mesmo crime. Na época, ele vendeu terreno fictício, também na Zona Norte, pela quantia de R$ 30 mil. Já Vanderson, responde pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

A dupla foi autuada por estelionato e associação criminosa. Após os procedimentos cabíveis, os suspeitos serão levados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da capital.

(EM TEMPO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.