Amazonas Destaques Esportes

Pressionado por erro Thiago Pereira ainda busca recorde no Pan

Depois do erro Thiago ainda busca recorde/Foto: Sátiro
Depois do erro Thiago ainda busca recorde/Foto: Sátiro
Redação
Escrito por Redação

Mesmo com o Mundial de Natação de Kazan batendo à porta, Thiago Pereira optou por disputar o Pan de Toronto para quebrar o recorde de 22 medalhas do cubano Erick López e entrar de vez para a história da competição. Quando ele chegou ao Canadá, a missão parecia simples, uma vez que nadaria oito provas e precisaria ir ao pódio em cinco oportunidades.
Mas a missão ganhou contornos de dramaticidade. A opção por não nadar os 100m borboleta e os 100m costas – que acontece nesta quinta – e o erro crasso na final dos 400m medley na noite de quinta-feira deixaram o nadador sob pressão. A organização desclassificou Thiago Pereira por um suposto erro na virada do nado peito para o crawl (livre), último dos quatro estilos de nado do medley. Ele não teria encostado as duas mãos na borda ao mesmo tempo, como exige a regra.

Com apenas mais duas provas para nadar em Toronto, os 200m medley e os 4x100m medley – ambos no sábado -, o nadador não tem mais espaço para falhas.

“Não penso em nadar os 100m costas porque preciso descansar. Tenho mais duas provas, fica muito mais apertado. É uma coisa que não vai poder dar erro”, disse Thiago, que não conseguirá mais quebrar o recorde de ouros de López nesta edição. Ele tem 14 ouros contra 18 do cubano.

Toda a tensão vivida pelo nadador na quinta e a demora de quase duas horas para a confirmação oficial de sua desclassificação preocupam Ricardo de Moura, chefe da equipe de natação no Canadá e superintendente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

“Tudo isso que aconteceu tem um custo muito grande, o custo de um desgaste que você não consegue mensurar. Hoje, o Thiago estava muito cansado”, afirmou o dirigente.

O ponto positivo para Thiago é que ele terá toda esta sexta-feira para repor as energias. Será o único dos cinco dias do Pan que ele não precisará cair na água.(UOL)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.