Brasil Política

Prisão de Renan, Sarney e Jucá foi pedido por Rodrigo Janot

Janot pede prisões de Renan, Sarney e Juca/Foto: STF
Janot pede prisões de Renan, Sarney e Juca/Foto: STF
Redação
Escrito por Redação

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), a prisão do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR), por tentarem interferir nas investigações da Operação Lava Jato.
Segundo publicou o jornal O Globo hoje, ter­ça-feira (7), o ministro do STF Teori Zavascki já teria recebido o pedido de prisão há uma semana.

Citando um interlocutor de ministros do STF, o jornal afirma que o procurador-geral também pediu o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado, utilizando argumentos semelhantes aos que levaram à suspensão do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) como presidente da Câmara.

Em conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, os senadores e o ex-presidente discutiam meios de barrar as investigações. As suspeitas são consideradas mais graves do que os motivos que levaram à prisão do senador Delcídio do Amaral, em novembro.

Segundo a fonte citada pelo jornal, cujo nome não foi divulgado, Delcídio teria tentado manipular a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró enquanto Sarney, Renan e Jucá planejavam bloquear a Lava Jato.

Após firmar acordo de delação premiada, Machado afirmou que teria distribuído 70 milhões de reais em propinas para Sarney, Renan, Jucá e outros políticos do PMDB, como os senadores Edison Lobão e Jader Barbalho, nos 12 anos em que esteve na Transpetro.

Os ministros do STF devem decidir se o presidente do Senado ainda possui os requisitos para permanecer no cargo e na linha sucessória da presidência da República. O processo contra Eduardo Cunha poderá servir de base para a decisão dos ministros do Supremo, onde Renan é alvo de 12 inquéritos.

Sarney teria exercido papel decisivo no processo de impeachment da presidente Dilma Roussef, Mesmo sem mandato, o ex-presidente possui forte influência tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado.

O pedido de prisão foi irá depender da decisão do plenário do STF. Segundo O Globo, o ministro Teori já teria conversado com seus colegas some o tema. Esta seria a primeira vez que um procurador-geral da República pede o afastamento e a prisão de um presidente do Senado.(Terra/DW)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.