Amazonas Cidades Destaques

Procon-Am fiscaliza e autua supermercados no município de Iranduba

Estoque de ovos sem procedência declarada, destruído/Foto: Vitor Souza
Estoque de ovos sem procedência declarada, destruído/Foto: Vitor Souza
Redação
Escrito por Redação

Uma equipe de fiscalização da Secretaria Executiva de Proteção e  Orientação ao Consumidor – Procon/AM, foi averiguar denúncias contra supermercados que instalados no município de Iranduba, na Região Metropolitana de Manaus.
Dois estabelecimentos foram vistoriados durante a fiscalização, que constatou irregularidades em ambos, e autuou os supermercados. As visitas foram motivadas por denúncias de consumidores que procuraram o Procon Amazonas.

No primeiro estabelecimento visitado, 64 kg de alimentos foram apreendidos e inutilizados, entre eles:  cartelas de ovos, linguiças do tipo calabresa e toscana e salsichas. As mercadorias foram apreendidas por estarem como prazo de validade vencido e não possuírem a informação de procedência do produto.

No segundo supermercado, também, houve apreensão e descarte de produtos com as mesmas irregularidades encontradas no primeiro estabelecimento, mas, em maiores quantidades. Só de cartelas de ovos sem procedência, foram apreendidas 1.338 unidades, além de pacotes de farinha de trigo, feijão (com prazo de validade vencido ou adulterado), embalagens de geladinhos (dindins) sem origem de procedência  e potes de sobremesas sem lacre nas embalagens e nenhuma informação sobre data de fabricação, validade, procedência e ingredientes.

Além da apreensão e descarte de mercadorias, os dois estabelecimentos não possuíam exemplares do CDC – Código de Defesa do Consumidor , irregularidade que redunda em uma  multa no valor de R$ 1.064,10, conforme prevista na Lei Federal 12.291, artigo 2º , inciso 1º.

O Procon Amazonas recebe denúncias em sua sede situada à avenida André Araújo, 1500, Aleixo, e pelo Disk Procon: 0800 092 1512.

Mercadorias retiradas das prateleiras/Foto:

                                     Mercadorias retiradas das prateleiras/Foto: Vitor Souza

...e mais autuação por produtos com validade vencida/Foto:

                         …e mais autuação por produtos com validade vencida/Foto: Vitor Souza

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.