Amazonas Cidades Educação

Programa ‘Ciência na Escola’, de portas abertas à comunidade

Programa desenvolvido no a âmbito do PCE/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Estudantes, professores e a comunidade, em geral, entre os dias 23 e 25 de dezembro, poderão conferir de perto os projetos científicos desenvolvidos no âmbito do Programa Ciência na Escola (PCE), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), por intermédio da ação “PCE de portas abertas”, inserida na programação da 12ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) no Amazonas.
Em visitas guiadas por Coordenadores de projetos e cientistas junior, a população vai poder conferir os resultados de pesquisas realizadas por estudantes de escolas estaduais e municipais em todo o Amazonas.

De acordo com a coordenador geral do PCE, Fátima Vieira Nowak, a ação pode ser considerada também como um retorno social. “A organização do evento como um todo é um retorno social que nós estamos dando ao investimento que foi feito em cima do Programa Ciência na Escola. Nós demos credibilidade pra essas pessoas para que elas pudessem desenvolver suas pesquisas, então seria como prestar contas com a sociedade sobre aquilo que nós fizemos, e nada melhor nesse momento que o próprio receptor do recuso mostrar para o público, o que foi, quanto ele ganhou – não necessariamente em termo de dinheiro –  mostrando para a sociedade o que vem a ser a inclusão social científica, ou seja, todas essas pessoas foram incluídas de alguma maneira dentro do universo científico”, explicou

O objetivo da ação é ampliar o alcance das ações de popularização da ciência durante a SNCT, fortalecendo as atividades de popularização científica promovida por meio do PCE, nos 39 municípios onde o programa está presente. Cada um dos 420 projetos contemplados estarão inscritos e seus participantes devidamente certificados. Aproximadamente 2.100 alunos, 840 professores e apoios técnicos e mais de 100 escolas do Estado devem estar envolvidos na atividade.

Para a professora e coordenador de projeto, Leila Fernandes, esse momento de socialização é de extrema relevância para os estudantes. “Eu acredito que além da certificação, que do ponto de vista prático é algo extremamente importante, a própria oportunidade de estar interagindo com vários outros trabalhos, com outros estudantes, coordenadores de pesquisa, é de grande relevância tanto da interação de saberes quanto nas relações interpessoais”, disse.

O evento se concretiza também como uma oportunidade de abrir as portas da escola para que as pessoas possam conhecer, se aproximar e entender mais sobre os projetos científicos desenvolvidos nas escolas pelos alunos. “Nesse momento, o PCE de Portas abertas acontece como a formalização de uma rotina, nós estamos apenas formalizando, ele já acontece em qualquer um dos municípios onde temos a presença do PCE. Nessas nossas andanças pelo interior do Estado, nós observamos um clamor muito grande das pessoas que moram no entorno, dos familiares, da comunidade escolar em saber o que vem a ser o Programa Ciência na Escola”, concluiu Nowak.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.